Ano Novo com Planejamento e Sucesso
Blogs e Colunas | Rodrigo Rocha 29/12/2017 07:00

Ano novo chegando e junto com ele a maioria das pessoas aproveita para imaginar quais os projetos de vida que pretendem tentar alcançar ao longo do novo ano. Muitos empresários também costumam fazer uma avaliação das ações que deram bons resultados e das que não foram tão assertivas.

 

Nessa hora sempre surgem vários questionamentos sobre os motivos que fizeram determinadas ações não darem o resultado esperado pela empresa. Além de olhar para os fatores externos, este tipo de análise também exige muita serenidade, para assumir as próprias falhas e, assim, conseguir evoluir.

 

É preciso verificar se as ações foram bem planejadas, levantando todas as informações relevantes e definindo metas específicas, mensuráveis e desafiadoras, porem, atingíveis no tempo previamente determinado. Se foram bem planejadas, mas não tiveram os resultados esperados, será que a execução seguiu realmente o planejado? Essa fase de colocar o planejamento em prática exige um acompanhamento frequente, possibilitando as devidas correções no momento certo.

 

São essas etapas que diferenciam um simples desejo de um objetivo concreto, apontando todos os passos para se chegar aos resultados desejados. Permite também que ao final das ações se faça uma avaliação mais apurada sobre as causas dos possíveis desvios no caminho, que inviabilizaram o alcance das metas, facilitando que em outras ações não ocorram tais falhas.

 

Outro erro comum é querer desenvolver muitas ações ao mesmo tempo sem possuir uma estrutura adequada para desenvolvê-las de forma minimamente adequada, impossibilitando o alcance dos resultados esperados. Este problema pode ser facilmente identificado se o planejamento for realizado corretamente, apontando os recursos necessários para se atingir cada meta.

 

Por razões diversas, vários empresários não possuem muita afinidade com esse processo de planejamento, execução, avaliação e correção, sendo nestes casos fortemente recomendada a contratação de algum colaborador com conhecimento sobre o tema, para dar assistência nesse processo. Além disso, é recomendável também a utilização, sempre que possível, dos serviços de empresas e instituições reconhecidas pela experiência na área, que poderão dar um suporte robusto principalmente na fase inicial, evitando que toda a execução ocorra com problemas devido a equívocos que poderiam ser evitados já no início do processo.

 

Com um bom planejamento feito, a empresa está pronta para começar o ano com força total e assim alcançar todos os objetivos estratégicos traçados. Desejo que o sucesso esteja presente na sua empresa e na sua carreira em 2018, gerando resultados positivos e crescentes, de forma e sustentável ao longo do tempo!

Notícias em Sergipe
Mais Notícias de Rodrigo Rocha
26/02/2018 07:00

Aumentando a competitividade através da interação com as ICT’s

29/01/2018 07:00

Preparando-se para Aumentar as Vendas com a Exportação

22/01/2018 07:00

Expectativas empresariais para 2018

08/01/2018 07:00

Ganhando Competitividade com a Gestão de Processos

27/11/2017 07:00

Gestão do Desempenho das pessoas nas empresas

Blogs e Colunas
Rodrigo Rocha
Doutorando em Ciência da Propriedade Intelectual, Graduado e Mestre em Economia pela UFS. É Superintendente do IEL/SE, Coordena o Núcleo de Informações Econômicas e Supervisiona o Centro Internacional de Negócios da FIES. Lecionou em cursos tecnológicos, graduação e MBA. Faz palestras em Desenvolvimento Econômico, Gestão de Empreendimentos, da Inovação e de Carreiras.

E-mail: o_rocha1@yahoo.com.br


O conteúdo e opiniões expressas neste espaço são de responsabilidade exclusiva do seu autor e não representam a opinião deste site.