Saúde
Belivaldo busca parcerias no Hospital do Câncer de Barretos
Política| Por Agência Sergipe 07/02/2019 15:31

Com o objetivo de estabelecer parcerias com a Fundação Pio XII para fortalecimento do tratamento oncológico ofertado pela rede de Saúde em Sergipe, o governador Belivaldo Chagas foi conhecer a estrutura e o funcionamento do Hospital de Amor, em Barretos (SP), referência no tratamento e prevenção de câncer no Brasil.

Na oportunidade, Belivaldo foi recepcionado por Henrique Prata, que é neto de sergipanos e presidente da Fundação Pio XII, mantedora do Hospital de Amor. Para o governador, toda parceria é bem-vinda para ampliar o tratamento ofertado.

“É enriquecedor conhecer a experiência e instalações do Hospital de Barretos, uma instituição que conquistou a primeira colocação entre os centros de saúde que atuam na área de pesquisa na América Latina. Vamos estudar a possibilidade de parceria para levar para nosso estado o modelo de gestão e de assistência que funciona tão bem aqui”, declarou.

O Hospital de Amor é uma instituição de saúde filantrópica especializada no tratamento e prevenção de câncer com sede em Barretos. É a maior instituição oncológica do País, contando com unidades espalhadas pelas regiões Centro-Oeste, Nordeste e Norte, sendo três hospitais em Barretos, Jales e Porto Velho, Rondônia, além de unidades fixas de prevenção ao câncer em Campinas, Fernandópolis, Campo Grande, Nova Andradina e Juazeiro. 

Com uma média de 4.100 atendimentos a pacientes por dia e mais de 400 médicos que trabalham em período integral com dedicação exclusiva, a unidade é o hospital que mais atende casos de câncer pelo Sistema Único de Saúde [SUS] no Brasil em 18 especialidades.  

Tratamento oncológico em Sergipe 

O governo do Estado, por meio do Centro de Oncologia do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), acolhe e trata centenas de pacientes. Em 2018, foram 159 pessoas tratadas com 18.528 sessões de quimioterapia. Já na radioterapia, foram 720 pacientes tratados na Unidade, 17.851 sessões, o que resultou em mais de 80% de alta (587 pacientes). 

O Centro de Oncologia do Huse realizou 33.157 consultas ambulatoriais, uma média de 2.763 atendimentos mensais. Além disso, o Huse passou por grandes avanços em 2018, tanto no contexto de melhorias estruturais, como na assistência prestada ao paciente na unidade. A maior delas foi a entrega da nova Unidade de Radioterapia com o segundo aparelho de Acelerador Linear, duplicando a capacidade de atendimento dos pacientes.

O governo também tem investido em parcerias para o tratamento oncológico com a ampliação de contrato para prestação de serviços da Clinradi aos pacientes do SUS.  Em 2018, foram realizados 244 pacientes na unidade. A Clinradi disponibiliza exames de ressonância e tomografia, com e sem contraste e sedação, assim como, pela primeira vez, o exame de PET Scan, para os serviços de oncologia.

 

Mais Notícias de Política
25/04/2019 17:15 Mesa Diretora apresenta projeto que proíbe porte de arma na CMA
Proposta foi retirada de pauta, mas deve voltar à discussão na próxima semana
25/04/2019 16:56 Câmara de Aracaju aprova 20 proposituras nesta quinta-feira
Um dos projetos estabelece ensino de noções sobre Lei Maria da Penha nas escolas municipais
25/04/2019 07:39 PEC quer tornar obrigatória a ida de Secretários na Alese
24/04/2019 20:00 Comunidades rurais receberão serviços gratuitos em São Cristóvão (SE)
Projeto intitulado ‘Minha Cidade é aqui’ será realizado a partir de 18 de maio
24/04/2019 18:45 Campanha quer melhorar a mobilidade nas calçadas de Aracaju
Iniciativa do vereador Lucas Aribé estimula a retirada de barreiras móveis