Forró Caju 2018 será realizado em seis dias
Entretenimento 16/04/2018 09:40 - Atualizado em 16/04/2018 10:32

Por Saullo Hipolito*

Sergipe é o país do forró e como tradição é no mês de junho que ele começa. Segundo o prefeito Edvaldo Nogueira, esse ritmo típico aproxima e iguala as pessoas, por isso a importância da festa nos dias de hoje. O evento acontecerá em seis dias na praça Ailton Lopes, situada entre os mercados centrais da capital, com 130 apresentações nacionais e locais.

O evento, que dissemina a cultura sergipana tanto nacionalmente, quanto internacionalmente, acontecerá de 8h da noite às 4h da manhã, nos dias 22, 23, 24, 28, 29 e 30. De acordo com o prefeito, do total de apresentações (130), cerca de 90% (117) dos artistas são sergipanos. Já na praça General Valadão, os festejos se iniciam do dia 20 ao dia 30 com trios pé de serra e artistas locais, das 17h à 20h.

Além do investimento realizado nos tradicionais festejos, parte dos recursos também será destinada à realização dos eventos nos bairros da capital, que também são de grande valor simbólico para a população aracajuana - a exemplo da Rua de São João. Serão cerca de 54 atrações destinada aos bairros.

“Os forrós nos bairros são necessários e fundamentais, porque tem muita gente que não gosta de ir ao palco principal e isso é importante, até porque os bairros mais antigos têm muita tradição no forró”, disse Edvaldo.

De acordo com o prefeito, as atrações ainda não foram divulgadas, pois precisa que o projeto seja aprovado pelo Ministério da Cultura. Edvaldo frisa que o Forró Caju vai apresentar novidades para este ano, mas o objetivo é que essas mudanças continuem durante os próximos anos.

Recursos

Viabilizados pelo apoio do Governo Federal, os eventos contarão com a liberação de cerca de R$ 3,7 milhões, que irão garantir a realização do evento com qualidade e respeito à população.

Consolidada dentro do calendário  junino como uma das maiores festas de Sergipe e do Brasil, o Forró Caju foi suspenso em 2017, segundo a gestão municipal por falta de recursos financeiros.

Em novembro do mesmo ano, a Câmara Municipal aprovou o Projeto de Lei 159/2017, de autoria do vereador Iran Barbosa (PT), que declara o Forró Caju como Patrimônio Cultural.

* Estagiário sob supervisão da jornalista Fernanda Araujo.

Mais Notícias de Entretenimento
18/06/2018 13:45 Galeria do Sesc recebe exposição sobre o Cangaço
15/06/2018 15:45 Integra-se promove intercâmbio cultural em Laranjeiras
Projeto integra manifestações culturais de municípios sergipanos
13/06/2018 17:34 Thiago Sol lança música em homenagem a Seleção Brasileira
13/06/2018 17:29 Sesc exibe “As Duas Irenes”, premiado no Festival de Gramado
09/06/2018 10:33 É preciso estimular a presença feminina na indústria do cinema
A luta pela diversidade e protagonismo das mulheres ainda tem muitos desafios