Desenvolvimento
Sergipe se apresenta como “a nova estrela do gás do Brasil”
Potenciais antecipados em vídeo serão destaque de evento em julho
Economia| Por Monica Pinto 10/06/2019 19:10

A Secretaria do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec) está trabalhando nos mercados interno e externo a geração energética de Sergipe como uma vocação. Justificando o slogan “Sergipe, a nova estrela do gás do Brasil”, um material produzido na própria secretaria e pela Agência Conceito expõe técnica e detalhadamente os porquês deste título para o menor estado da Federação. 

O público alvo desse material são potenciais convidados a participar do “Simpósio de Oportunidades – O novo cenário da cadeia do gás natural em Sergipe”, evento que o Governo promove, através da Sedetec, nos próximos dias 4 e 5, no Radisson Hotel, em Aracaju. Com patrocínio das Centrais Elétricas de Sergipe (Celse) e do Banese, a proposta é discutir os aspectos relacionados à oferta de gás no estado, estabelecer relacionamentos e promover a interação entre todos os presentes, gerando um ambiente propício a futuros negócios. 

“A expectativa no curto prazo é chamar atenção aos agentes de mercado da oportunidade que existirá em Sergipe para que empresas consumidoras intensivas de gás possam vir se instalar”, disse ao F5News o secretário José Augusto Carvalho. “O momento seguinte será a sensibilização dos fornecedores de gás - Petrobras, Exxon, Golar, DBO e União - a oferecerem o gás para entrega futura a preço competitivo para firmarem contratos com as empresas consumidoras”, completa.

Ainda conforme Carvalho, a longo prazo, a perspectiva é de criação de um parque industrial com consumo intensivo de gás, com implantação de indústrias nas áreas de fertilizante, petroquímica, cerâmica e vidro, além da geração de energia através de usinas termelétricas.

Ao longo de seus pouco mais de oito minutos, o vídeo promocional apresenta esse significativo potencial ao mercado, com argumentos que o corroboram, a exemplo da descoberta recente de novos campos em águas profundas, em blocos explorados pela Petrobras e Exxon, com capacidade já confirmada de produção de petróleo e gás planejada para estar disponível comercialmente em 2023. “Somente a Petrobras deverá implantar 128 Km de gasodutos e uma unidade de processamento de gás natural extraído dos seus campos”, diz o material. 

E prossegue: “com essa oferta abundante, o Estado quer convidar empresas consumidoras de gás a se instalarem em Sergipe para que aproveitem a nova oferta do combustível de baixo custo e sem despesa de produção e transporte da rede nacional”. 

O vídeo apresenta ainda um parque industrial local diversificado, que reúne empresas sólidas e competitivas, as quais se instalaram no estado sob incentivo do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial – PSDI. Entre os setores representados estão cimenteiro, calçadista, têxtil, cerâmico, de vidro, fertilizante e autopeças, entre outros. Confira:

Mais Notícias de Economia
17/06/2019 19:42 Bolsonaro veta isenção de cobrança de bagagem em voos domésticos
Governo diz que decisão se deu por razões de interesse público
17/06/2019 17:49 Plano Safra manterá R$ 10 bi de subsídios para crédito rural
Informação foi adiantada pela ministra Tereza Cristina
17/06/2019 12:09 Sergipe terá o 2º maior parque de produção de energia solar do mundo
Usina da Enesf deverá se instalar no município de Canindé de São Francisco
17/06/2019 09:16 Governo inicia entrega de cartões do Programa Mão Amiga em 21 cidades
Este ano, serão beneficiados 3.844 cortadores de cana no Estado
17/06/2019 08:15 Receita paga as restituições do 1º lote do Imposto de Renda