Trânsito
PRF reforça policiamento ostensivo e de prevenção no feriadão
Cotidiano 11/10/2018 20:24

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deu início à meia noite desta quinta-feira (11) à operação especial para o feriado de 12 de outubro, em que se comemora o dia de Nossa Senhora Aparecida. Nos locais e horários de maior incidência de acidentes e crimes, há um reforço no policiamento ostensivo e de prevenção.

A Operação Nossa Senhora Aparecida 2018 vai terminar às 23h59 do domingo (14). Estima-se que nos quatro dias de operação, mais de mil veículos sejam fiscalizados nas cinco Unidades Operacionais da PRF em Sergipe e nas abordagens de patrulhamento ostensivo.

Para garantir uma viagem segura, a PRF orienta os motoristas para que verifiquem a situação mecânica do carro, pneus, palhetas dos limpadores de para-brisa e itens de iluminação e sinalização.

Os motoristas também devem programar as paradas no percurso para alimentação, abastecimento e descanso. Segundo a PRF, o melhor horário para viajar é ao amanhecer.

A atenção deve ser redobrada nas rodovias, a sinalização de trânsito respeitada e o farol baixo aceso. A PRF não recomenda viajar cansado ou com pressa e lembra que dirigir sob efeito de bebida alcoólica é crime.

 

*Com Agência Brasil

 

Mais Notícias de Cotidiano
22/10/2018 16:55 MP de Sergipe forma lista para escolha do novo PGJ
A lista com os nomes dos promotores será encaminhada ao governador do Estado, que terá 15 dias para anunciar o nome do escolhido
22/10/2018 16:30 Caso Barriga: novas testemunhas são ouvidas pela justiça
Audiência foi realizada na sala de depoimento especial no Fórum Gumercindo Bessa
22/10/2018 15:44 ABRH/SE promove o 2º encontro de líderes empresariais em Aracaju
Evento, encerra gestão de Cláudia Soledade à frente da entidade
22/10/2018 15:15 Mais de 1 milhão de candidatos já consultaram o local de prova do Enem
O Inep orienta os estudantes a acessarem o cartão de confirmação com antecedência e conhecer o local da prova
22/10/2018 15:10 Movimento LGBTT cobra da SSP/SE reforço do enfrentamento à violência de gênero
Em quase um ano delegacia especializada registra 23 casos de LGBTfobia