Sergipe
Chuvas devolvem capacidade operacional de perímetros irrigados de Itabaiana
Estado quer racionalizar consumo de água e reduzir impacto dos períodos de estiagem
Cotidiano 17/06/2019 13:06

As chuvas que incidem todo o estado desde a última semana trouxeram resultados positivos para os balanços hídricos dos reservatórios administrados pelo Governo de Sergipe em Itabaiana, permitindo a continuidade do fornecimento de água pelos perímetros irrigados da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação (Cohidro). Na Ribeira, a barragem saiu da situação de alerta, em que a água só ocupava 9,3% do volume útil, para os 67,8%, agora considerado normal.

Diante disso, o diretor de Irrigação e Desenvolvimento Agrícola da Cohidro, João Fonseca, revela que a irrigação será retomada assim que houver a necessidade hídrica para o plantio no Perímetro da Ribeira. “Enquanto chover, não há necessidade de irrigar, mas com essa elevação no nível da barragem, agora vai ser possível. A irrigação tinha sido interrompida desde o início do mês de março, quando o nível ficou abaixo dos 10%, porque a água da barragem é compartilhada com a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) para o abastecimento humano das cidades e povoados circunvizinhos, que tem a prioridade no uso das reservas”, explica.

Como a previsão meteorológica indica permanência do clima chuvoso, a expectativa é que, na Ribeira e no reservatório do Jacarecica I, a capacidade de acúmulo atinja os 100% ainda em junho. Segundo o gerente do Perímetro Irrigado Jacarecica I, Osvaldo Nunez, o nível da água da barragem subiu 3,75 metros com a chuva, na régua que já estava próxima de zero. “A gente espera que a barragem atinja os 100% da sua capacidade, para que possamos voltar a fornecer água em escala normal, oferecendo segurança ao reservatório, para resistir até o próximo período de chuvas”, informa.

Atualmente, a irrigação fornecida aos 126 lotes familiares ocorre em regime de dias alternados. Entre segunda-feira e sábado, cada um dos três setores tem dois dias de irrigação em período integral de 8 horas, e quatro dias com 4 horas de irrigação – pela tarde ou pela manhã. “A chuva pôs todos nossos perímetros de volta à operacionalidade, bastando agora torcer para que todas as cinco barragens cheguem à sua capacidade máxima, para garantir a segurança da operação”, comenta o presidente da Cohidro, Paulo Sobral.

De acordo com ele, nos dois perímetros irrigados de Itabaiana ocorrem investimentos do Governo de Sergipe para racionalizar o consumo de água. “Através do Programa Águas de Sergipe, estamos investindo mais de R$ 14 milhões para substituir toda a irrigação nos lotes para o sistema localizado e automatizado, obra quase concluída, que significa uma economia de 60% da água e 50% da energia elétrica hoje consumida. No mesmo programa, estamos projetando a automação das estações de bombeamento, repercutindo em mais economia nesses quesitos”, conclui.

 

Fonte: Ascom Cohidro

Mais Notícias de Cotidiano
23/07/2019 21:00 Aracaju sedia primeiro Encontro Sergipano de Engenharia de Produção
Tema do evento é “Perspectivas e contribuições da engenharia de produção para o Estado de Sergipe”
23/07/2019 19:00 Hospital de Riachuelo está há três meses sem receber verbas do Estado
Secretaria de Saúde diz que contrato foi renovado e pagamentos devem ser feitos até sexta, 26
23/07/2019 18:31 PC apreende adolescente por estupro, roubo e incêndio
Adolescente foi apreendido no mês passado e solto no dia seguinte
23/07/2019 18:27 PC prende suspeito de homicídio na zona rural de Propriá
Um dos envolvidos morreu e outro continua foragido
23/07/2019 18:12 Lavandeiras são os principais pontos de criadouros de Dengue
Saúde atua nos municípios com alto índice de infestação do aedes aegypti