STJ torna taxa de conveniência na venda de ingressos online ilegal
Cobrança é comum e pode chegar a até 15% do valor
Brasil e Mundo| Por F5 News 13/03/2019 14:11 - Atualizado em 14/03/2019 10:20

Nesta  terça-feira (12), o Superior Tribunal de Justiça (STJ) tornou ilegal a cobrança da taxa de conveniência na venda de ingressos online. A decisão foi unânime entre os ministros e é válida em todo o território brasileiro. De acordo com o que foi proferido pela 3ª Turma da Corte Superior, o valor extra cobrado pelas entradas representa venda casada, proibida pela legislação.

A relatora e ministra Nancy Andrighi argumentou através do seu voto que a venda de ingressos pela internet privilegia os interesses dos promotores e produtores do espetáculo cultural, venda esta que alcança um número de interessados infinitamente superior do que o da venda presencial.

“A venda do ingresso para um determinado espetáculo cultural é parte típica e essencial do negócio, risco da própria atividade empresarial que visa o lucro e integrante do investimento do fornecedor, compondo, portanto, o custo básico embutido no preço.”, informa a ministra.

Através da venda online, os organizadores conseguem vender os espaços destinados ao público no menor prazo possível e obter o retorno dos investimentos empregados, transferindo assim aos consumidores uma parcela considerável do risco de empreendimento.

A ministra Nancy Andrighi também pontuou que, caso os organizadores de um evento optem por submeter os ingressos à venda terceirizada online, eles devem oferecer aos consumidores múltiplas opções de compra, em diversos sítios eletrônicos, para não restringir a liberdade de escolha dos consumidores.

 

 

Mais Notícias de Brasil e Mundo
26/05/2019 15:29 Defesa Civil monitora movimento de talude em mina de Barão de Cocais  
Previsão era de que rompimento ocorreria até ontem
26/05/2019 13:01 Conteúdo violento no Facebook aumenta quase 10 vezes em um ano
Publicações saíram de 3,4 milhões para 33,6 milhões no primeiro trimestre
26/05/2019 12:59 Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 48 milhões
Sorteio será na próxima quarta-feira, 29
25/05/2019 15:12 Casal conta como rotina mudou com adoção de irmãos
Dia Nacional da Adoção é comemorado neste sábado
25/05/2019 09:52 Conheça a reforma administrativa aprovada na Câmara dos Deputados
O texto ainda será apreciado pelo Senado Federal