Morre o ator e comediante Lúcio Mauro, aos 92 anos
Brasil e Mundo 12/05/2019 09:49

Morreu neste sábado (11), aos 92 anos anos, no Rio de Janeiro, o ator Lúcio Mauro. Ele estava internado com problemas respiratórios havia cerca de dois meses. Lúcio de Barros Barbalho nasceu em Belém do Pará, em 14 de março de 1927. Estreou na Globo em 1966. Integrou o elenco de alguns dos principais programas de humor da emissora como Chico City (1973), Os Trapalhões (1989) e Escolinha do Professor Raimundo (1990).

Na Escolinha, na década de 1990, fez um de seus personagens mais populares, o Aldemar Vigário, que bajulava o professor interpretado por Chico Anysio, de quem Lúcio era amigo. O ator era pai de Lúcio Mauro Filho (o Tuco, de A Grande Família), que, na nova versão da Escolinha interpreta o mesmo personagem do pai.

Lúcio Mauro Filho deixou no Instagram uma mensagem em homenagem ao pai: "Por volta das 22 horas deste sábado, meu amado pai serenou. Ele merecia esse descanso. Lucio Mauro teve uma vida linda, uma carreira vitoriosa, 5 filhos, 5 netos, dois casamentos, com Arlete e Lu, duas mulheres fantásticas que se tornaram amigas e mantiveram essa família unida. Papai foi um pioneiro, saiu do teatro de estudante lá no Pará, foi pro Recife, fez rádio, inaugurou a televisão no Nordeste e de lá, veio para o Rio de Janeiro pra se tornar um dos maiores artistas deste país. Me influenciou em tudo".

 

 

Fonte: Correio24h

Mais Notícias de Brasil e Mundo
25/05/2019 15:12 Casal conta como rotina mudou com adoção de irmãos
Dia Nacional da Adoção é comemorado neste sábado
25/05/2019 09:52 Conheça a reforma administrativa aprovada na Câmara dos Deputados
O texto ainda será apreciado pelo Senado Federal
24/05/2019 10:37 Seleção feminina treina completa para Copa do Mundo na França
Pode ser última oportunidade de títulos para geração marcada por craques
24/05/2019 10:27 Governo autoriza nomeação de aprovados em concurso da Polícia Federal 
De acordo com decreto, serão nomeados 1.047 candidatos
23/05/2019 12:16 Expedito Souza lança Memórias de Aracaju Bodegas
O autor produz textos, verbetes e entrevistas entremeadas com fotografias