Operação Indenizar-se chega à Assembleia Legislativa de Sergipe
Empresa de consultoria prestava assistência a vereadores e deputados
Política 20/04/2017 14:27 - Atualizado em 20/04/2017 15:22

Por F5 News

O Ministério Público Estadual (MPE) informou nesta quinta-feira (20) que instaurou um inquérito civil para apurar possível desvio de verba indenizatória da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), nos mesmos moldes ocorridos na Câmara de Vereadores de Aracaju.

A Promotoria de Justiça do Patrimônio Público da Capital, por meio dos promotores de Justiça Jarbas Adelino S. Júnior, Bruno Melo Moura e Luciana Duarte Sobral, estão à frente das investigações.

Segundo o MPE, durante as investigações da "Operação Indenizar-se" realizadas na Câmara de Vereadores de Aracaju, foram encontrados indícios de que a empresa “Elo Consultoria e Advogados”, alvo da investigação, também fornecia notas e recibos fictícios no âmbito do Poder Legislativo estadual.

*Com informações do MPE/SE

 

 

Mais Notícias de Política
20/06/2018 17:30 Vereadores aprovam empréstimo de R$ 9,6 milhões para PMA
Câmara de Aracaju também aprovou cota racial em concursos
20/06/2018 17:13 CMA rejeita requerimento de destituição da Mesa Diretora
20/06/2018 13:00 Governo apresentará proposta para permanência da Fafen
Grupo composto por técnicos e empresários apresentará proposta em 180 dias
20/06/2018 08:59 Palestras vão debater reforma trabalhista pelo país
Jornadas Brasileiras de Relações de Trabalho foi lançada na Câmara
19/06/2018 17:17 Augusto Bezerra é condenado por abuso de poder econômico
Processo é resultado das investigações sobre os desvios das verbas de subvenção da Alese