Eleições 2018
Mulher é intimada a esclarecer à PF sobre vídeo que incita homicídio
Polícia Federal deflagra ações em SP, PR e SE por crimes eleitorais
Política| Por F5 News 10/10/2018 13:50 - Atualizado em 10/10/2018 14:19

Durante três ações simultâneas, a Polícia Federal cumpriu mandados de prisão no Paraná e lavraturas de dois termos circunstanciados de ocorrência em Sergipe e em São Paulo, com o objetivo de investigar crimes relacionados às eleições deste ano e apurar vídeos que circularam recentemente em redes sociais.

Na primeira operação da PF, no estado sergipano, uma mulher foi intimada a prestar esclarecimentos sobre um vídeo com conteúdo de incitação à violência contra um candidato presidenciável. Informações iniciais dão conta de que a suspeita é moradora do conjunto Bugio, na zona Norte de Aracaju.

No vídeo, que circulou pelas redes sociais, a mulher posta uma mensagem em tom de ameaça, incitando a violência contra Jair Bolsonaro (PSL). Na mensagem, ela afirma que ele deveria ser morto para que outro candidato concorresse à Presidência da República no segundo turno com Fernando Haddad (PT).

Segundo a PF, a acusada vai responder por incitação a crime de homicídio contra candidatos. As investigações continuam ainda em outros dois estados.

No Paraná, a polícia investiga um vídeo em que um eleitor, identificado como Maykon Santana Anibal, usa a ponta de uma arma de brinquedo para apertar os botões da urna eletrônica de votação e seleciona os números de Bolsonaro. O celular e a arma que ele usou na urna foram apreendidos, e o suspeito deve responder por violação do sigilo do voto com porte de arma. Gravar a escolha na urna é proibido pela lei eleitoral.

Já em São Paulo, outra pessoa foi intimada após postar mensagem ameaçadora envolvendo o candidato Fernando Haddad. O suspeito também será investigado por incitação ao crime.

De acordo com as investigações, os envolvidos foram identificados a partir do rastreamento dos vídeos que circularam nas redes sociais. As mensagens chegaram a ser apagadas, mas foram recuperadas pela perícia. O rastreamento é um dos focos do Centro de Comando e Controle da Polícia Federal no processo eleitoral.

Mais Notícias de Política
11/12/2018 16:08 Governo de Sergipe quer reajustar alíquota de três tributos
Três projetos, entre eles o que reajusta ICMS, devem ser votados na próxima semana
11/12/2018 15:48 MP processa Valmir de Francisquinho e Talysson por compra de votos
Filho do prefeito afastado de Itabaiana (SE) foi o deputado estadual mais votado
11/12/2018 14:35 Deputada Maria Mendonça comenta supostas ameaças feitas a membros de sua família
Boletim de ocorrência foi feito e investigação está a cargo da Polícia Civil, segundo SSP/SE
11/12/2018 11:25 MPF pede cassação e inelegibilidade de deputada Diná Almeida
Deputada eleita, prefeito de Tobias Barreto e mais quatro são réus no processo
11/12/2018 10:20 Valdevan 90: faxineira confessa ter emprestado CPF para doação
Ele é investigado por suspeita de captação ilícita de recursos para doações pós-campanha