Acessibilidade
Campanha quer melhorar a mobilidade nas calçadas de Aracaju
Iniciativa do vereador Lucas Aribé estimula a retirada de barreiras móveis
Política 24/04/2019 18:45

Um chamado à cidadania. Assim foi o discurso do vereador Lucas Aribé (PSB), nesta quarta-feira (24), na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), ao lançar oficialmente a campanha “Calçadas: a caminhada começa com sua atitude”. A iniciativa do projeto Aracaju Acessível visa estimular a prática de ações para eliminar as barreias que impedem a mobilidade de quem anda pelos passeios da capital sergipana.

Mesas e cadeiras, sinalização, postes de energia, lixeiras, resto de obra e até carro estacionado são alguns dos objetos comumente colocados sobre as calçadas, mas que se tornam verdadeiros obstáculos para a passagem do cidadão. “Não é difícil encontrar situações como essas em bairros de Aracaju. Por isso, a campanha pede que a população elimine essas barreiras. Com elas, cidadãos e cidadãs têm o direito de ir e vir impedido e, infelizmente, precisam se arriscar transitando pelas ruas”, explicou o vereador Lucas Aribé.

Lucas lembrou que a calçada tem a finalidade de garantir segurança àqueles que transitam a pé pela cidade de forma indistinta. Como um bem comum, a calçada deve ser um espaço onde a democracia prevalece, conforme salientou. “As pessoas tendem a achar que as calçadas são uma extensão de seus imóveis, mas assim como a pista é para o carro e a ciclovia é para a bicicleta, a calçada é para o pedestre. Precisamos deixá-la livre para que crianças, idosos, gestantes, pessoas com deficiência, ou seja, qualquer cidadão possa andar com segurança”, reforçou.

PASSO A PASSO

A campanha das calçadas será consolidada a partir do esforço de cada cidadão. Ao longo do próximo mês, a Caravana da Acessibilidade vai percorrer vários bairros da capital sergipana com a mensagem de conscientização. “Estamos formando uma rede de parceiros e juntos vamos visitar o maior número de bairros possível da zona norte à zona sul da cidade, conversando com a população para apresentar exemplos práticos de como deve ser uma calçada acessível. A intenção é que cada cidadão também se engaje”, frisou Aribé.

Durante a abertura, o vereador Lucas Aribé exibiu um vídeo acessível, produzido em parceria com a Alfama WEB, que retrata algumas das muitas situações em que a passagem de pedestres fica impedida pelo mobiliário urbano. No curso da campanha, também serão disponibilizados spots, cards e outros materiais educativos.

“Criamos um ebook com orientações sobre como eliminar esses obstáculos, que já está disponível em nosso site. Também vamos às escolas para distribuir um jogo bem didático que ensina a garotada a respeitar o direito de ir e vir do próximo deixando a calçada livre. E através do e-mailguardiaodscalcadasaju@gmail.com ou do WhatsApp 79 99180-0852, a população pode nos enviar fotos e vídeos das situações vivenciadas em seus bairros”, detalhou Lucas Aribé.

ESPAÇO PÚBLICO

É da administração municipal a responsabilidade pelo ordenamento do uso dos espaços urbanos. Em Aracaju, as normas legislativas que deveriam servir de referencial esbarram na falta de aplicabilidade e fiscalização. Por isso, os casos de desrespeito são recorrentes e geram diversos transtornos nas vias públicas, comprometendo a harmonia e qualidade de vida da população.

“Vamos continuar o trabalho de sensibilização dos gestores públicos para que adotem as medidas necessárias para eliminação das barreiras arquitetônicas nesses espaços, mas a sociedade também pode contribuir para a construção de uma Aracaju mais acessível. Por isso, eu convido cada pessoa a se tornar um guardião das calçadas”, finalizou Lucas Aribé.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa

Mais Notícias de Política
18/07/2019 16:46 Bolsonaro anuncia inclusão de autistas no Censo 2020
Atualmente, não existem dados oficiais sobre autistas no Brasil
17/07/2019 19:19 Governo quer reduzir alíquota do IR para máximo de 25%, diz Bolsonaro
Presidente falou também sobre novas regras para saques do FGTS
17/07/2019 18:47 Mais de 20 mil eleitores precisam regularizar o título em Sergipe
Este ano, 24.326 pessoas tiveram o título cancelado por não votar ou não justificar a ausência
17/07/2019 16:21 Cidadania aciona Comissão de Ética contra vereador Palhaço Soneca
Parlamentar afirma que não cometeu ilegalidade e está de consciência tranquila
16/07/2019 09:12 João Alves sofre mal súbito e está hospitalizado em Brasília