Bolsonaro elogia coordenador do Enem e critica doutrinação em escolas 
Novo responsável pelo Enem vai priorizar ensino com enfoque na medição acadêmica, diz presidente
Política| Por Agência Brasil 05/01/2019 12:30 - Atualizado em 05/01/2019 13:49

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou neste sábado (5) que o novo responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o economista Murilo Resende Ferreira, vai priorizar o ensino com enfoque na medição da formação acadêmica. 

Em publicação na sua conta oficial no Twitter, o presidente disse que é preciso ignorar a promoção da "lacração" e da "doutrinação" em sala de aula. O presidente também destacou a formação de Resende, que é doutor em economia pela Fundação Getulio Vargas (FGV).   

"Murilo Resende, o novo coordenador do Enem, é doutor em economia pela FGV, e seus estudos deixam claro a priorização do ensino ignorando a atual promoção da 'lacração', ou seja, enfoque na medição da formação acadêmica, e não somente o quanto ele foi doutrinado em salas de aula", tuitou.  

Resende, de 36 anos, foi escolhido pelo ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, como diretor de Avaliação da Educação Básica do Instituto de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que é o órgão responsável pelo Enem. 

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom

Mais Notícias de Política
15/06/2019 13:45 Congresso vai aprovar reestruturação da carreira militar, diz ministro
Em entrevista, general Azevedo e Silva falou ainda da flexibilização do porte de arma
15/06/2019 10:43 Governo federal lança pacote de ações em favor de Brumadinho
Ministro Osmar Terra assinou termo que oficializa parceria
14/06/2019 19:15 Reforma será votada na Câmara antes do recesso, diz líder do governo
Joice acredita que o projeto deve chegar ao plenário já no começo de julho
14/06/2019 17:30 "Se forçar a barra, não aprova nada", diz Bolsonaro sobre Previdência
Presidente participou de café da manhã com jornalistas, no Palácio do Planalto
14/06/2019 16:50 Edvaldo Nogueira critica vereadores que questionaram empréstimos
Segundo o prefeito, recurso servirá para construção de casas em benefício da população carente