(79) 99659-0055
Política
16/06/2017 08:54:00- Atualizado em 16/06/2017 09:12:21
André Sotero sugere que sua saída foi motivada por ingerência na Saúde

Por Will Rodriguez

 “Fiquei enquanto tive condições de manter-me fiel aos princípios que norteiam minha vida”. Com essa declaração, o médico André Sotero justificou a sua saída da Secretaria da Saúde de Aracaju. Em nota, o cardiologista, que ocupava o cargo há cinco meses, sugere uma ingerência na pasta, o que teria motivado seu pedido de exoneração.

Segundo Sotero, diversas decisões estavam sendo tomadas na secretaria sem o seu conhecimento, a exemplo da retirada de gratificações e a mudança na forma de remuneração das horas extras, classificada por ele como desrespeitosa.

“Desde então os funcionários estão sobrecarregados, é a maior dificuldade para conseguir quem faça hora extra. Está um caos”, diz.

O ex-secretário também aponta uma intervenção do Departamento Administrativo e Financeiro (DAF), gerido por Mônica Passos, esposa do secretário Municipal da Fazenda, Jeferson Passos, para barrar a resolução de problemas na pasta.

“Vários postos estão sem dipirona, sem AAS, sem remédios para hipertensão e diabetes. Isto não é por falta de dinheiro. E o que é pior, descobri sozinho, nas minhas visitas. Meu DAF nunca me comunicou nada! Na verdade, quem assina como DAF não está nomeada como tal”, declarou.

A Prefeitura de Aracaju se comprometeu a enviar uma nota sobre o assunto, mas não se manifestou até a publicação desta notícia. 

Notícias em Sergipe
Outras notícias sobre Política
Colunistas
Mais Entretenimento
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
F5 News - © 2016.
criação de site