(79) 99659-0055
Política
16/06/2017 08:54:00- Atualizado em 16/06/2017 09:12:21
André Sotero sugere que sua saída foi motivada por ingerência na Saúde

Por Will Rodriguez

 “Fiquei enquanto tive condições de manter-me fiel aos princípios que norteiam minha vida”. Com essa declaração, o médico André Sotero justificou a sua saída da Secretaria da Saúde de Aracaju. Em nota, o cardiologista, que ocupava o cargo há cinco meses, sugere uma ingerência na pasta, o que teria motivado seu pedido de exoneração.

Segundo Sotero, diversas decisões estavam sendo tomadas na secretaria sem o seu conhecimento, a exemplo da retirada de gratificações e a mudança na forma de remuneração das horas extras, classificada por ele como desrespeitosa.

“Desde então os funcionários estão sobrecarregados, é a maior dificuldade para conseguir quem faça hora extra. Está um caos”, diz.

O ex-secretário também aponta uma intervenção do Departamento Administrativo e Financeiro (DAF), gerido por Mônica Passos, esposa do secretário Municipal da Fazenda, Jeferson Passos, para barrar a resolução de problemas na pasta.

“Vários postos estão sem dipirona, sem AAS, sem remédios para hipertensão e diabetes. Isto não é por falta de dinheiro. E o que é pior, descobri sozinho, nas minhas visitas. Meu DAF nunca me comunicou nada! Na verdade, quem assina como DAF não está nomeada como tal”, declarou.

A Prefeitura de Aracaju se comprometeu a enviar uma nota sobre o assunto, mas não se manifestou até a publicação desta notícia. 

Notícias em Sergipe
Outras notícias sobre Política
ColunistasVer todos
Mais Entretenimento
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
F5 News - © 2016.
criação de site