(79) 99659-0055
Cotidiano / Meio Ambiente
19/05/2017 13:25:00- Atualizado em 19/05/2017 13:46:17
Centro de Meteorologia prevê chuvas pelos próximos cinco dias
Chuvas devem vir intercaladas e com variações milimétricas peculiares a cada território

Por F5 News

Depois de uma quinta chuvosa, o sol e o calor voltaram com tudo nesta sexta-feira (19), em Aracaju. Mas segundo o Centro de Meteorologia de Sergipe, a tendência é que o tempo permaneça instável e a chuvarada prossiga pelos próximos cinco dias, não de forma continuada, mas intercalada e com variações milimétricas peculiares a cada território.

De acordo com o chefe da Sala de Situação do Centro de Meteorologia, Overland Amaral, a ocorrência de chuvas foi prevista com uma semana de antecedência pelos modelos climatológicos utilizados pela unidade,.vinculada à Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), e é considerada normal para esta época do ano. Nesse caso, as precipitações estão vindo da região sul e devem se deslocar para o norte e centro-agreste, e perder força ao chegar no semiárido.

“Estamos vivendo o período chuvoso que se iniciou em abril, em direção ao leste e nordeste de Sergipe. E maio está inserido no contexto, sendo o mês com maior índice de precipitação, apesar das ocorrências desses veranicos. Nossos modelos apontaram que os sistemas de sul iriam chegar ao estado a partir de hoje e se prolongar nos próximos três ou quatro dias mais intensamente, deslocando-se para as regiões centro-agreste, litoral e até atingir a parte norte do estado. De certa forma, a chuva será distribuída para todo o estado, de forma decrescente, de sul para norte e de leste para noroeste”, explicou o meteorologista.

Trimestre chuvoso

Ao fazer uma análise dos resultados dos modelos climatológicos para este trimestre, composto pelos meses de maio, junho e julho, Amaral informou que este período será um dos com maior ocorrência de chuvas, principalmente em relação ao ano passado, considerado por ele como um dos mais secos dos últimos anos. As regiões leste e agreste receberão o maior volume, entre 650 a 750 milímetros (mm).

“Os nossos modelos apontam a climatologia para este trimestre na qual se vê uma variação de 250 milímetros, no noroeste do estado, a acima de 600 mm no leste e agreste, ou seja, um bom período chuvoso para o trimestre. Essa é a média histórica e se espera isso. A gente observa que as regiões do litoral e agreste estarão de normal a acima da média; e a região do semiárido, do alto sertão, está em torno da média com ligeira diminuição de 5 mm do volume”, detalhou Overland.

Contribuição

Ainda de acordo com ele, as chuvas esperadas devem contribuir significativamente para encher açudes e barragens, especialmente na região do centro-agreste, e dar um complemento maior até o final da estação inverno. “Para a agricultura, não há ano melhor do que este. É um ano ideal para recomposição da agricultura, pastagens e para contribuir com os recursos hídricos. Comparado com o ano passado, 2017 está sendo mais chuvoso, 2016 foi extremamente seco. Este ano manterá um padrão de normal e em torno do normal para todas as regiões com intensidade para o leste e agreste. Este estado climático é ótimo”.

*Com informações da Semarh

Notícias em Sergipe
Outras notícias sobre Cotidiano
Colunistas
Mais Entretenimento
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
F5 News - © 2016.
criação de site