(79) 99659-0055
Entretenimento / Cultura
12/04/2017 15:53:00- Atualizado em 12/04/2017 17:13:04
Festival Sergipano de Artes Cênicas apresenta espetáculos com temática feminina
O festival reúne programação diversificada até o dia 30 de abril e todas as atrações são gratuitas

O III Festival Sergipano de Artes Cênicas recebe dois espetáculos marcados pela temática feminina neste final de semana. No sábado (15), às 20 horas, o grupo teatral sergipano Caixa Cênica sobe ao palco do Teatro Tobias Barreto com a peça ‘Bicho M’. Já no domingo (16), no mesmo horário, o espetáculo ‘Dandara Eu’ se apresenta no Tetro Atheneu. Promovido pelo Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), o festival reúne programação diversificada com mais de 20 espetáculos de dança, teatro e circo, além de palestras e oficinas, que seguem até o dia 30 de abril. Todas as atrações são gratuitas e estão espalhadas pelos teatros, praças, espaços públicos de Aracaju e outras cidades sergipanas.

A peça teatral ‘Bicho M’ foi criada há um ano pela diretora Maicyra Leão, com a participação de discentes do curso de Teatro da Universidade Federal de Sergipe (UFS). A trama aborda o lado dramático que pode envolver a maternidade, trazendo depoimentos emocionantes de mães, misturados às cenas. No ano passado, o espetáculo realizou temporada no Centro Cultural de Aracaju e na sede do grupo Imbuaça.

O grupo Caixa Cênica surgiu em 2002 realizando a ‘Primeira Conferência de Teatro de Sergipe’ e a montagem do seu primeiro espetáculo: ‘Respire... e conte até dez!’. Criaram a oficina teatral ‘I Ato’, como projeto de extensão com a UFS e foram vencedores do prêmio Myriam Muniz com a peça ‘Saluba. Medeia’ com a direção de Celso Jr. A classificação indicativa do espetáculo é para maiores de 14 anos de idade.

Já a peça ‘Dandara Eu’, idealizado pelo Grupo Ubuntu, foi inspirada na personagem Dandara, mulher de Zumbi dos Palmares. A trama traz uma narrativa que entrelaça a história da guerreira Dandara à de mulheres contemporâneas, trazendo uma relação íntima entre características que elas partilham. Dirigida por Jonathan Rodrigues e protagonizado pela atriz Rita Maia, a peça teatral possui um roteiro original e moderno. Esta é a primeira vez que o grupo se apresenta no Festival Sergipano de Artes Cênicas. A classificação do espetáculo é livre.

Fonte: Agência Sergipe Notícias

Notícias em Sergipe
Outras notícias sobre Entretenimento
ColunistasVer todos
Mais Entretenimento
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
F5 News - © 2016.
criação de site