(79) 99659-0055
Entretenimento / Cultura
12/04/2017 15:53:00- Atualizado em 12/04/2017 17:13:04
Festival Sergipano de Artes Cênicas apresenta espetáculos com temática feminina
O festival reúne programação diversificada até o dia 30 de abril e todas as atrações são gratuitas

O III Festival Sergipano de Artes Cênicas recebe dois espetáculos marcados pela temática feminina neste final de semana. No sábado (15), às 20 horas, o grupo teatral sergipano Caixa Cênica sobe ao palco do Teatro Tobias Barreto com a peça ‘Bicho M’. Já no domingo (16), no mesmo horário, o espetáculo ‘Dandara Eu’ se apresenta no Tetro Atheneu. Promovido pelo Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), o festival reúne programação diversificada com mais de 20 espetáculos de dança, teatro e circo, além de palestras e oficinas, que seguem até o dia 30 de abril. Todas as atrações são gratuitas e estão espalhadas pelos teatros, praças, espaços públicos de Aracaju e outras cidades sergipanas.

A peça teatral ‘Bicho M’ foi criada há um ano pela diretora Maicyra Leão, com a participação de discentes do curso de Teatro da Universidade Federal de Sergipe (UFS). A trama aborda o lado dramático que pode envolver a maternidade, trazendo depoimentos emocionantes de mães, misturados às cenas. No ano passado, o espetáculo realizou temporada no Centro Cultural de Aracaju e na sede do grupo Imbuaça.

O grupo Caixa Cênica surgiu em 2002 realizando a ‘Primeira Conferência de Teatro de Sergipe’ e a montagem do seu primeiro espetáculo: ‘Respire... e conte até dez!’. Criaram a oficina teatral ‘I Ato’, como projeto de extensão com a UFS e foram vencedores do prêmio Myriam Muniz com a peça ‘Saluba. Medeia’ com a direção de Celso Jr. A classificação indicativa do espetáculo é para maiores de 14 anos de idade.

Já a peça ‘Dandara Eu’, idealizado pelo Grupo Ubuntu, foi inspirada na personagem Dandara, mulher de Zumbi dos Palmares. A trama traz uma narrativa que entrelaça a história da guerreira Dandara à de mulheres contemporâneas, trazendo uma relação íntima entre características que elas partilham. Dirigida por Jonathan Rodrigues e protagonizado pela atriz Rita Maia, a peça teatral possui um roteiro original e moderno. Esta é a primeira vez que o grupo se apresenta no Festival Sergipano de Artes Cênicas. A classificação do espetáculo é livre.

Fonte: Agência Sergipe Notícias

Notícias em Sergipe
Outras notícias sobre Entretenimento
Colunistas
Mais Entretenimento
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
F5 News - © 2016.
criação de site