Marcio Rocha
22/01/2018 18:13:00
Vamos cortar despesas desnecessárias?

Todo início de ano é assim, sempre pensamos em como gastar menos, como aproveitar melhor nosso dinheiro e como podemos organizar nossas contas. Isso é um sentimento plural, enraizado em todos os que desejam melhorar a sua vida. Ficar com as contas equilibradas não é tarefa fácil, mas também não é algo impossível. Nessa semana, vamos conversar um pouco sobre isso?

 

Comer fora ou em casa?

Existem despesas que a depender do seu cotidiano, são completamente desnecessárias. Almoçar ou jantar fora com frequência só faz encarecer os seus custos pessoais no final do mês. Antes de fazê-lo, porque não refletir se realmente vale a pena? Refeições em casa, aproveitando a companhia da família, de amigos, é muito melhor e mais barato que fast food e geralmente sozinho. Experimente fazer isso e aproveite melhor o seu tempo, economizando seu dinheiro e aproveitando mais as pessoas próximas a você. Preparar um jantar para curtir com alguma companhia é econômico e prazeroso.

 

TV por assinatura

Seu cotidiano é tão complexo que não dá tempo de chegar e assistir aquele filme que você queria, o programa que você esperava ou se informar? Então você pode estar com uma despesa desnecessária pagando TV por assinatura. Os serviços on demand estão crescendo, como o Netflix, Globo Play e plataformas virtuais de algumas emissoras de TV a cabo. No Brasil não é possível ter acesso a alguns serviços pela internet, como o Globosat Play ainda, pois é necessário ter um vínculo com uma operadora de TV. Entretanto, esse mercado está mudando e vai mudar ainda mais. Ou as empresas terão que se adequar, ou morrerão abraçadas pela ausência de clientes, que estão cada vez mais exigentes e com menos tempo. Não é à toa que o Netflix cresce assustadoramente em volume de assinantes, assim como os aluguéis de filmes pelo Google Play e iTunes também elevaram sua movimentação no ano passado. Repense se é necessário ter 220 canais na sua assinatura, sendo que você assiste apenas quatro ou cinco. A economia do valor para custear um plano razoável de TV (cerca de R$ 250) paga tudo o que você for assistir pela plataforma virtual e ainda sobra um bom dinheiro. Meu amigo Alexandre Viana, que o diga...

 

Plano de telefonia

Seu plano de assinatura está caro? Lhe dá minutagem o suficiente para atender suas necessidades? Se não, pesquise outras operadoras. Os planos com ligações ilimitadas para todas as prestadoras de serviço celular e de telefonia fixa estão bombando e com preços bem cômodos. Cuidado com a fidelização das operadoras, a velha letra miúda... Vale a pena se ligar a um plano por um ano, somente por causa de um aparelho mais caro comprado com “desconto”? O custo do aparelho está embutido na sua assinatura e você nem sabe. Aliás, será que vale a pena ter um aparelho superTOP caro pra caramba, somente para fazer ligações e acessar redes sociais e internet? Se você tem esse perfil, reveja seu plano. Até os pré-pagos estão com ofertas consideravelmente boas. Vale a pena ter telefone fixo em casa ainda? Acredito que não. Plano de minutos ou dados? Seu perfil pode lhe dizer isso, mas hoje em dia as ofertas são atrativas para ambos os perfis de consumidores.

 

Compras no supermercado

Tenho um amigo, André Gusmão, que é obcecado por listas. Lista para tudo! Seu raciocínio está correto no que se refere a compras de supermercado. Faça uma lista, pois isso trará economia para sua casa. Seguindo a lista que você fizer, você corre menos riscos de gastar desnecessariamente com comprar por impulso. Nem sempre as promoções apresentadas nas gôndolas resultam em economia. Observe melhor suas reais necessidades e compre o que realmente precisar. A lista de compras lhe dá um parâmetro do quanto você vai gastar e mantém sua casa organizada sem faltar nada, nem ter nada em excesso. E considerando a validade dos produtos, algumas coisas que você comprar por achar que está mais em conta, pode passar e você perder o dinheiro que gastou na compra.

 

Cheque especial

O custo do cheque especial é alto. De acordo com dados da Anefac divulgados na quarta-feira (17), a taxa de juros do cheque especial está em 295,48% ao ano. Isso significa que R$ 1 mil devido ao cheque especial em janeiro, se tornará R$ 2.950 em dezembro. Os dias sem juros do cheque especial que os bancos alardeiam conceder para o cliente são uma ilusão, pois se ultrapassar o prazo, os juros do período todo serão cobrados. E não considere o cheque especial como renda, pois ele é uma dívida pré-aprovada para você. Assim como o cartão de crédito, que está com a taxa atual de 321,63% anuais. Só utilize se tiver consciência que vai conseguir pagar a fatura integral, pois o pagamento do valor mínimo só vai rolar a dívida por 30 dias e poderá bagunçar sua vida financeira por vários meses. 

Mais do Colunista Marcio Rocha:
Colunista Marcio Rocha
Marcio Rocha
Marcio Rocha é jornalista formado pela UNIT e radialista formado pela UFS, especializado em economia, com experiência de quase 20 anos na comunicação sergipana.

 

O conteúdo desta publicação é de responsabilidade do colunista.

Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
F5 News - © 2016.
criação de site