Saumíneo Nascimento
01/10/2017 22:34:00
The Bank for International Settlements (BIS) – O Banco dos Bancos Centrais

 

O Banco de Compensações Internacionais (BIS) na sigla em inglês, é uma organização financeira internacional de propriedade de 60 bancos centrais membros, que representam países de todo o mundo e estes países representam cerca de 95% do PIB mundial, ele foi fundado em 17 de maio de 1930. Cabe adiantar que o Banco Central do Brasil é membro associado do BIS. A sua sede fica em Basileia, na Suíça, e tem dois escritórios de representação: na Região Administrativa Especial de Hong Kong da República Popular da China e na Cidade do México.

 

Conforme descrito em seu site, a missão do BIS é servir aos bancos centrais na busca da estabilidade monetária e financeira, promover a cooperação internacional nessas áreas e atuar como banco dos bancos centrais.

 

Os principais objetivos do BIS são: promover a discussão e intercâmbio de experiências e colaborações entre os bancos centrais; apoiar o diálogo com outras autoridades responsáveis ​​pela promoção da estabilidade financeira; realizar pesquisas e análise de políticas sobre questões de relevância para a estabilidade monetária e financeira; atuar como uma contraparte principal para os bancos centrais em suas transações financeiras; atuar como agente ou agente fiduciário em conexão com operações financeiras internacionais; fornecer uma gama de serviços financeiros para apoiar bancos centrais na gestão de suas reservas cambiais e de ouro.

 

Vê-se nestes objetivos apresentados que o BIS é um orientador mundial do sistema bancário e tem relevância nos aspectos que se referem ao posicionamento dos bancos internacionais nos diversos países.

 

O BIS faz um acompanhamento sistemático da estabilidade monetária e financeira dos seus membros e entende que referida estabilidade, é uma condição prévia para o crescimento econômico sustentado e a prosperidade. O BIS também produz estudos de caráter público, nas seguintes bases: análises próprias de questões de estabilidade monetária e financeira; estatísticas bancárias e financeiras internacionais que sustentam a formulação de políticas, a pesquisa acadêmica e o debate público.

 

Conforme explicitado em seu site, os clientes do BIS são bancos centrais e organizações internacionais. Como banco, o BIS não aceita depósitos ou presta serviços financeiros a particulares ou entidades corporativas. O BIS possui  633 funcionários de 61 países que trabalham na sede do Banco na Suíça e nos departamentos do BIS.

 

Importante destacar que a governança do Banco é determinada pelos seus Estatutos, que foram revisados ​​pela última vez em novembro de 2016. A governança e gestão do Banco são conduzidas em três níveis principais:

Assembleia Geral dos bancos centrais membros do BIS; Conselho de Administração do BIS; e Gestão do BIS. Em cada um desses níveis, a governança é exercida e as decisões de gerenciamento são tomadas nas atividades de cooperação do BIS, a análise de políticas em apoio à estabilidade monetária e financeira, operações bancárias e a alocação interna de recursos.

 

Fica sob o comando do BIS a supervisão do Comitê de Supervisão Bancária de Basileia, que é o principal padrão internacional utlizado na regulação e supervisão bancária. Registre-se que conforme descrito pelo BIS, em seu site, vários grupos que fazem parte do Processo de Basileia estabelecem padrões internacionais, que devem ser adotados nacionalmente de acordo com os acordos e processos legais nacionais para se tornar vinculativo.

 

Conforme informado pelo Banco em seu site, o BIS compila e publica dois conjuntos de estatísticas sobre atividades bancárias internacionais - estatísticas bancárias de localização e consolidadas. Os conjuntos são coletados sob os auspícios do Comitê do Sistema Financeiro Global e reportados ao BIS em um país, e não em um banco individual.

 

Para quem estiver interessado em trabalhar no BIS, estão abertas as seguintes vagas: analista de pesquisa para trabalhar no Departamento Monetário e Econômico em Basileia - Suiça – inscrição até 29/10/2017; back officie para trabalhar no BIS em Basileia –Suiça – inscrição até 22/10/2017; chefe de Economia para América Latina e Caribe para trabalhar no Departamento Monetário e Econômico da Cidade do México no México; e desenvolvedor senior para trabalhar nos serviços de gerenciamento de informações em Basiléia – Suiça. Acessem o endereço eletrônico do BIS (www.bis.org) e boa sorte.

Mais do Colunista Saumíneo Nascimento:
Colunista Saumíneo Nascimento
Saumíneo Nascimento
Saumíneo Nascimento é Economista, Mestre e Doutor em Geografia, tem Pós-Doutorado em Ciência da Propriedade Intelectual pela UFS, membro do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, da Associação Brasileira de Relações Internacionais e da Academia Nacional de Economia.

 

O conteúdo desta publicação é de responsabilidade do colunista.

Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
Notícias em Sergipe
F5 News - © 2016.
criação de site