Senac Sergipe vence concurso de novos estilistas no Ceará
Alunas apresentaram coleção inspirada na arte do sergipano Arthur Bispo do Rosário.
Entretenimento 15/05/2018 10:10

O Senac Sergipe conquistou o primeiro lugar no Concurso de Novos Estilistas do Dragão Fashion Brasil, considerado o maior evento de moda autoral da América Latina, que aconteceu em Fortaleza/CE. As alunas da primeira turma de Estilista de Moda do Senac apresentaram uma coleção inspirada na arte do sergipano Arthur Bispo do Rosário. A plateia aplaudiu em pé um desfile vibrante, conceitual e colorido. De quebra, a equipe trouxe para Aracaju o tão sonhado troféu, concorrendo com instituições de ensino superior e técnico de todo o Brasil que se inscreveram no concurso.

Conquistaram a vitória as alunas Ahlana Ramalho, Ericka Guedes, Gicelma Pádua, Maria Clara Melo e Simone Sabino, orientadas durante todo o processo pelo instrutor e estilista Altair Santo. Também formaram a comitiva que viajou à Fortaleza os instrutores João Araujo e Zélia Carvalho, a gerente do Núcleo de Desenvolvimento e Implementação Educacional, Socorro Melo, e o diretor do Senac Sergipe, Paulo do Eirado. Ana Elisa, rendeira do município de Divina Pastora, também compôs a equipe e expôs o seu trabalho no stand “10 Talentos Senac”.

O primeiro lugar no “Concurso dos Novos” do Dragão Fashion Brasil é um reconhecimento ao talento e à dedicação das alunas e também reflexo do investimento que o Senac tem feito nesta área. As primeiras turmas de Estilista aconteceram no ano passado, quando foi inaugurado e novo e moderno Studio de Moda. Desde então, outros cursos do segmento têm ganhado espaço na programação, ao passo em que o Senac tem conduzido seus alunos ao mercado de trabalho e incentivado sua participação em eventos de grande visibilidade como este.

“O que nos realiza é ver o aluno protagonizando grandes tarefas e atuações fora dos nossos muros. Quando nosso egresso se realiza no mercado de trabalho e sua atuação teve grata contribuição do Senac, nos sentimos também realizados. Uma maneira de avaliar nossa atuação pedagógica é ver o que está acontecendo com os que passaram pelo Senac. E lá nós vimos que nossas alunas estão fazendo um trabalho muito forte, harmonioso, rico e culturalmente vinculado ao nosso Estado, que tanto precisa disso. Foi uma experiência riquíssima participar desse desafio e sair vitorioso dele, principalmente sendo o único integrante do Sistema S selecionado para concorrer com grandes universidades”, declarou Paulo do Eirado.

“O nível dos desfiles foi altíssimo, mas nós merecemos a vitória, especialmente nossas alunas, que tiveram uma participação proativa e corajosa e o apoio incondicional da instituição, o que fez toda a diferença. Estão todos de parabéns, alunos e área pedagógica do Senac, particularmente Altair Santo, que mostrou sua capacidade e também engradece nossa instituição. Fica um agradecimento especial ao Senac Ceará pela acolhida e pela forma como ele esteve presente no evento. A marca Senac estava muito evidente, inclusive com stands, oficinas e cursos, e todos os colegas do nordeste que estiveram presentes divulgando o artesanato da região”, reconheceu o diretor.

O concurso

Ao todo, 23 instituições de ensino superior e técnico de todo o Brasil inscreveram seus trabalhos para concorrer a uma vaga no “Concurso dos Novos” do Dragão Fashion Brasil. Apenas oito delas foram selecionadas. Em jogo, R$ 10 mil para o primeiro lugar, troféus e a oportunidade de levar o talento da instituição e de seus alunos para a passarela do evento.

Além do Senac/SE, foram selecionados a Faculdade Ateneu (CE), Faculdade Santa Marcelina (SP), Instituto Federal do Rio Grande do Norte – Campus Caicó, Universidade Federal do Ceará, Universidade Federal do Piauí, Universidade Estácio de Sá (RJ) e Universidade Estadual de Santa Catarina.

“Participar do Dragão Fashion Brasil foi algo incrível, uma oportunidade que vários designers de moda do Brasil gostariam de ter. É uma nova forma de pensar moda e que abre portas para esses talentos que precisam ser descobertos. Orientar as alunas no projeto foi uma tarefa gratificante. O elo que nos une é a paixão pela moda. Foi um mês de muita dedicação, luta e trabalho, nos processos da pesquisa, do pensar, da compra dos materiais, prototipagem, modelagem, confecção, até o grande dia. E o desfile foi incrível. Estar numa sala de nível profissional, com capacidade para 800 pessoas sentadas e centenas de fotógrafo dos principais veículos de comunicação do país, e até de fora, foi uma experiência emocionante para essas meninas que estão começando suas carreiras. E o público ficou encantado com o nosso desfile, se identificou desde a primeira peça até a última, e, ao final, nos aplaudiu de pé”, narrou o instrutor Altair Santo.

“Participar do evento nos trouxe a certeza da missão cumprida enquanto instituição de formação profissional que acredita no potencial de seus alunos, bem como incentiva a visão empreendedora de jovens talentos. Pensar moda é inovar, olhar com criatividade. Foi um aprendizado significativo e prazeroso”, disse a gerente Socorro Melo.

As vencedoras

“Dedico esse prêmio in memoriam a minha mãe, Maria José de Pádua, que era costureira e me iniciou no mundo da moda. Ela me fez ver o quanto era importante desenvolver habilidades como bordar e crochetar, e que eu posso usar isso de forma exclusiva nas minhas criações” – Gicelma Pádua.

“Aquele foi o momento mais importante da minha jornada na moda, pois senti que consegui chegar onde queria. Fui tomada por um mar de sentimentos de todos os anos em que sempre sonhei em mostrar as minhas ideias. Isso tudo me engrandeceu como profissional pois, assim, eu pude acreditar mais em mim, na minha capacidade e criatividade, nas pessoas e na escola que sempre me apoiaram” - Maria Clara de Melo.

“O nosso diretor tinha falado que não importava o primeiro lugar, pois já tínhamos feito o melhor que era estar lá. Mas ficamos extremamente felizes com o prêmio para podermos presentear o Senac Sergipe, que nos apoiou incondicionalmente e não mediu esforços para realizarmos esse sonho” – Simone Sabino.

“Quando fomos selecionados para a última etapa, foi uma grande surpresa pra mim, pois estávamos concorrendo com escolas de moda de todo Brasil, inclusive com as melhores. Cada integrante do nosso grupo deu o melhor de si para a construção da coleção, com o fundamental apoio do Senac Sergipe. Foi muito emocionante e gratificante levar o nome do nosso Estado para um dos maiores eventos de moda do país e conseguir trazer o prêmio de primeiro lugar. Foi uma grande oportunidade para minha vida e carreira” – Ericka Guedes.

“A equipe é forte, topou o desafio. Somos cinco estilistas muito talentosas, cada uma com seu diferencial, sua carga de conhecimento, e abraçamos o projeto com muito amor, muita vontade de fazer dar certo. O momento do desfile foi a realização de um sonho de infância; minhas avós eram costureiras e eu cresci respirando moda” – Ahlana Ramalho.

 

Fonte: Ascom Senac

Mais Notícias de Entretenimento
17/08/2018 08:10 Aracaju sedia Encontro Internacional de Budo
Evento promove intercâmbio técnico e cultural na capital sergipana
16/08/2018 15:57 Aracaju terá show com o cantor Nasi do Ira este mês
A apresentação, com entrada gratuita, faz parte das comemorações pelo Dia dos Pais
16/08/2018 15:00 Luiza Possi retorna a Aracaju para se apresentar no Teatro Atheneu
A cantora carioca chega em setembro com nova turnê
16/08/2018 13:43 Silva desembarca em Aracaju com show de seu novo trabalho
16/08/2018 12:53 Sesc Mais Lazer propõe valorização do patrimônio cultural