Sergipe
Servidores estaduais recebem pagamento no próximo dia 12
Já no dia 17 de junho, o Governo paga 5ª parcela do saldo do décimo de 2018
Economia| Por Agência Sergipe de Notícias 10/06/2019 17:53 - Atualizado em 10/06/2019 18:21

O Governo do Estado dá prosseguimento ao calendário de pagamento de salários referente ao mês de maio. Nesta quarta-feira(12), recebem os demais servidores ativos, aposentados e pensionistas cujos vencimentos estão acima de R$ 3.000, bem como todos os servidores comissionados sem vínculo.

Já no dia 17 de junho, o Governo paga a quinta parcela do saldo remanescente do décimo terceiro de 2018 para todos os servidores.

Todos os valores serão creditados na conta dos servidores sempre às 9 horas da manhã, em cumprimento à uma resolução do Banco Central (Bacen), que determina que o Banco do Estado de Sergipe (Banese) disponibilize salários no mesmo horário tanto para os servidores que recebem via Banese, como também para os que recebem por portabilidade.

O calendário de pagamento referente ao mês de maio teve início no dia 31 de maio, quando receberam os servidores com vínculo efetivo ativos, aposentados e pensionistas com vencimentos até R$ 3.000, além de servidores efetivos do Sergipeprevidência, Ipesaúde, Segrase, Agrese e servidores lotados em escolas da Secretaria da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc). 

Mais Notícias de Economia
20/08/2019 08:38 MP que muda Coaf para o Banco Central é publicada no Diário Oficial
O conselho passa a ser chamado de Unidade de Inteligência Financeira
19/08/2019 16:25 Cinemas têm até janeiro para garantir acessibilidade a cegos e surdos
A lista das salas com os recursos pode ser consultada na internet
19/08/2019 15:19 Preço da gasolina em Sergipe tem alta de 0,3%, aponta Fies
19/08/2019 14:30 Projeto proporciona duas novas rotas turísticas para o estado de Sergipe
Com recursos oriundos do Sebrae, investimento ultrapassa R$ 1 milhão
19/08/2019 10:00 Sergipe tem quase 170 mil pessoas desempregadas, aponta IBGE
Pesquisa revela que o estado tem a quarta maior taxa de desocupação do país