IPVA 2019: cota única com desconto segue até 28 de fevereiro
Economia| Por Agência Sergipe 11/02/2019 15:47 - Atualizado em 11/02/2019 15:50

Os proprietários de veículos com qualquer final de placa já podem buscar os canais de comunicação para solicitar o Licenciamento/IPVA 2019. O calendário de pagamento já está disponível no site do Detran/SE. O prazo é até o próximo dia 28 para pagamento em cota única e aproveitar o desconto de 10% no valor do IPVA. Para tanto, o contribuinte não deve ter débitos do imposto relativo a exercícios anteriores.

Além do portal de autoatendimento do Detran, existem outras ferramentas para obter o Licenciamento 2019: a) Aplicativo ‘Detran-SE Digital’; b) Totens de autoatendimento, localizados nas unidades de atendimento do Detran/SE; c) Caixas eletrônicos do Banese; d) Unidades de atendimento em horário de expediente na capital e interior do Estado.  

Vale ressaltar que o Detran/SE dispõe da modalidade de cartão de crédito. Com isso, o cidadão pode a qualquer hora pagar débitos e/ou licenciamentos de forma parcelada em até 12 vezes, conforme bandeira do cartão.

Caso o cidadão escolha quitar o licenciamento sem desconto no IPVA deve se atentar ao mês corresponde à sua placa.

Mais Notícias de Economia
25/04/2019 18:49 Veja calendário de pagamento da primeira parcela do décimo de servidores de Aracaju
Aniversariantes de janeiro e fevereiro terão valores creditados nas contas no próximo dia 30
25/04/2019 18:39 Em dez anos, Sergipe deve economizar R$ 4,03 bilhões com Reforma
No país, a economia prevista pelo governo pode chegar a R$ 1,24 trilhão
25/04/2019 18:30 Jucese prorroga prazo para que empresas mantenham registro regular
Empresários têm até 31 de maio para comunicar funcionamento ou suspensão das atividades
25/04/2019 14:51 Crise da Avianca coloca preço das passagens aéreas nas alturas
Em Aracaju, quase 30 voos da companhia estão cancelados até o final de abril
25/04/2019 13:31 Bancos compartilharão dados de clientes com integração de plataformas
Open banking: dados pertencem aos clientes e não às instituições financeiras