Energia vai ficar mais cara 9,29% em Sergipe
As novas tarifas passam a valer a partir de 22 de abril
Economia 18/04/2017 18:19 - Atualizado em 18/04/2017 18:12

Por F5 News

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta quarta-feira (18) o reajuste médio de 9,29% nas tarifas da Energisa Sergipe Distribuidora de Energia (ESE). Para consumidores conectados à alta tensão, o aumento será de 11,36%, e para a baixa tensão, a alta será de 8,14%. As novas tarifas entram em vigor a partir de 22 de abril. 

A empresa atende 748 mil unidades consumidoras localizadas em 63 municípios do Sergipe.

Confira abaixo os índices que serão aplicados às contas de luz dos consumidores:

O efeito médio da alta tensão refere-se às classes A1 (>= 230 kV), A2 (de 88 a 138 kV), A3 (69 kV) e A4 (de 2,3 a 25 kV). Para a baixa tensão, a média engloba as classes B1 (Residencial e subclasse residencial baixa renda); B2 (Rural: subclasses, como agropecuária, cooperativa de eletrificação rural, indústria rural, serviço público de irrigação rural); B3 (Industrial, comercial, serviços e outras atividades, poder público, serviço público e consumo próprio); e B4 (Iluminação pública).

Ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a Agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais.

Cooperativa Região Sul 

A Diretoria da Aneel aprovou também a segunda revisão tarifária periódica da cooperativa de Eletrificação e Desenvolvimento Rural Centro Sul de Sergipe Ltda. (Cercos), que atende a 5.332 unidades consumidoras no município de Lagarto. O efeito médio para os consumidores será de 19,58%. Para os consumidores da baixa tensão (residências) o aumento será de 19,93% e para alta tensão (indústrias), o reajuste será de 10,20%.

*Com informações da Aneel

Mais Notícias de Economia
18/05/2018 18:30 Caged registra 336 mil novas vagas de emprego em quatro meses
É o melhor resultado para o mês nos últimos cinco anos
18/05/2018 16:55 Dólar sobe pelo sexto dia consecutivo, cotado a R$ 3,75
18/05/2018 16:45 Preço da gasolina sobe demais e governo estuda medidas
Ministro diz que é preciso discutir o preço, que está subindo demais
18/05/2018 14:45 Presidente do BNDES diz que está "cheio de dinheiro" para emprestar
18/05/2018 09:41 STF define juros de 6% ao ano para compensar desapropriações de terra