Sergipe recebe unidade do Hospital do Câncer de Barretos
Unidade instalada no município de Lagarto é a segunda do Nordeste
Cotidiano 19/06/2017 11:21 - Atualizado em 19/06/2017 12:24

Por F5 News

Uma unidade do Hospital do Câncer de Barretos em São Paulo foi inaugurada, nesta segunda-feira (19), no município de Lagarto, região Centro-Sul de Sergipe. O Instituto de Prevenção contra o câncer de mama e colo do útero Anna Hora Prata é o segundo do Nordeste; a primeira existe há oito anos em Juazeiro, interior da Bahia.

A unidade é uma alternativa para quem precisa dos serviços, diante a deficiência da rede pública em ofertar exames e tratamento contra o câncer, mostrada diversas vezes pelo F5 News. Em entrevista à TV Atalaia, o diretor-presidente do Hospital, Henrique Prata, disse que a base implantada em Lagarto é definitiva. Com uma carreta, exames devem ser ofertados a toda a região, povoados e municípios vizinhos, atendendo em torno de 50 mil mulheres na faixa de 40 a 69 anos. Serão mais de 100 atendimentos por dia.

“Quando der seis anos que estiver na região, a incidência do câncer de colo de útero e mama avançado, que é em torno de 70 a 80% das mulheres, vai estar reduzida a 1%. O tratamento para o câncer de mama avançado, por exemplo, custa R$ 150 mil em dois anos, no câncer inicial custa R$ 10 mil, com uma pequena cirurgia e pequena radioterapia em alguns casos, ou seja, é mais barato prevenir”, afirma Prata.

O Hospital do Câncer de Barretos tem hoje 55 anos de experiência no combate ao câncer, sendo o maior serviço na América Latina, com modelo de trabalho de maior êxito na prevenção ao câncer de mama no mundo. Os resultados obtidos em Barretos e em estados como Mato Grosso do Sul, Rondônia e Acre, segundo Henrique Prata, garantem que serão positivos também na cidade de Lagarto.

“Barretos faz 13 anos que implantou um sistema de rastreamento organizado e há cinco anos não tem uma mulher para se tratar de câncer avançado, só tem casos que tratam na fase de cura. Estamos contratando aqui em torno de 50 colaboradores. A manutenção do projeto é alta, mas o resultado dele é o que há de melhor em termo de câncer, é 10 vezes melhor do que fazer hospital. Temos que aumentar essa consciência em Sergipe”, ressalta.

De acordo com o MD Anderson Câncer Center, um dos maiores centros de tratamento de câncer no mundo, em Houston no Texas, até 2050, metade da população do mundo deve tratar e morrer de câncer. A tendência é aumentar o número de casos da doença ano por ano, por diversos motivos.

“Como não tem remédio para curar o câncer, a prevenção é a oferta da cura. Fico espantado porque no Brasil não tem plano diretor para tratamento, muito menos incentivo para prevenção. Estamos entrando nos estados, recebendo recursos de emenda parlamentar federal e custeio de deputados estaduais. O SUS paga muito pouco pelo exame, que não interfere no orçamento do Município e nem do Estado, vai direto pagamento via Ministério da Saúde”, completa o diretor.

Fotos: F5 News

Mais Notícias de Cotidiano
18/06/2018 16:20 Vigilância Sanitária fiscalizará comerciantes do Arraiá do Povo
Festejos acontecem até o dia 30 deste mês na orla da Atalaia em Aracaju
18/06/2018 16:13 Educação de SE continua com campanha de doação de livros
A campanha é focada em doação de livros que não sejam didáticos
18/06/2018 15:08 Nilton Soares conquista 1º lugar no Sergipano de Ciclismo
18/06/2018 14:45 Roubo de fiação elétrica deixa dois municípios sergipanos sem água
Reparos devem ser concluídos ainda nesta segunda-feira, segundo a Deso
18/06/2018 14:30 Condutor perde controle e morre ao colidir em árvore em SE
Acidente aconteceu na rodovia que cruza o Povoado Duro em Itaporanga