Violência
Policial militar é baleado durante tentativa de assalto em Laranjeiras
Essa é a terceira ação criminosa contra militares esta semana em Sergipe
Cotidiano| Por F5 News 11/01/2019 09:19 - Atualizado em 11/01/2019 15:41

Mais um policial militar foi alvo da ação de criminosos em Sergipe. Dessa vez, o subouvidor geral da Polícia Militar, tenente-coronel Ferraz, foi baleado durante um confronto com assaltantes, na noite desta quinta-feira (10), no município de Laranjeiras, na região metropolitana de Aracaju (SE).

De acordo com a corporação, o oficial estava à paisana e seguia de motocicleta por uma estrada de terra do povoado Bom Jesus, quando foi surpreendido por homens armados que estavam escondidos na vegetação ao passar por um redutor de velocidade. Ele reagiu à tentativa de assalto e trocou tiros com os bandidos.

Na ação, segundo a PM, o militar foi baleado de raspão na panturrilha. Em seguida, o policial foi socorrido para uma unidade hospitalar, onde foi atendido e recebeu alta médica.

Nenhum suspeito pelo crime foi detido até a publicação desta notícia. A Polícia recebe informações através do 190.

Esse é o terceiro policial militar vítima da violência no estado esta semana. Nas últimas 24 horas, um policial morreu e outro trocou tiros com marginais em tentativas de assaltos no interior sergipano.

Mais Notícias de Cotidiano
18/01/2019 19:00 Em Sergipe, cinco cidades têm alto risco de infestação do Aedes Aegypti
SES divulga resultado do primeiro LIRAa de 2019
18/01/2019 16:34 PMA autoriza obras de infraestrutura no Jardim Bahia
Ordem de serviço prevê investimento total de quase R$ 3 milhões
18/01/2019 16:10 Saúde aumenta valor da hora paga para médicos via pessoa jurídica
Medida é tomada após impasse com médicos contratados via Recibo
18/01/2019 15:50 Motoristas de aplicativos fazem manifestação para pedir mais segurança
Em Aracaju, a mobilização acontece no domingo e pode afetar preço final ao usuário
18/01/2019 15:30 Justiça decreta prisão do homem suspeito de matar vizinho em Socorro (SE)
Polícia pede revogação da liberdade com base em depoimentos de testemunhas