violência
Polícia Civil investiga seis casos registrados nas últimas 24h no IML
Espancamento, assassinato com arma branca e de fogo estão entre os casos
Cotidiano| Por Milton Alves Júnior 10/08/2018 07:27 - Atualizado em 10/08/2018 07:55

Peritos do Instituto Médico Legal (IML/Sergipe) tentam identificar os responsáveis pelo espancamento que resultou na morte de um homem ainda sem identificação. Em situação gravíssima, a vítima foi encontrada na zona Norte de Aracaju e em seguida encaminhada por militares para o Hospital de Urgências de Sergipe, mas não resistiu às agressões.

Ainda em Aracaju, Mara Barbosa de Jesus, de 91 anos de idade, morreu no bairro Ponto Novo após sofrer uma queda. Esta ocorrência foi registrada na madrugada de hoje (10). Na cidade de Propriá, Leste sergipano, Adriano Limeira dos Santos, 22 anos, faleceu depois de se envolver em acidente de trânsito.

Ainda em Propriá, Carla da Silva Oliveira, 30 anos, foi encontrada morta no Povoado Matadouro; a ocorrência segue sem esclarecimento. Já no Povoado Mutumbo, na cidade de Pedrinhas, também na região Leste, José Naldino Pereira Lima, 58 anos, morreu violentamente após receber golpes de arma branca.

No Povoado Ponto Chique, município de Areia Branca, Agreste sergipano, Augusto dos Santos, de 54 anos, foi assassinado com disparos de arma de fogo. A Polícia Civil coordena todos os inquéritos.

Mais Notícias de Cotidiano
11/12/2018 16:15 Atirador do ataque em Campinas (SP) tinha 49 anos e morava em cidade vizinha
Euler Fernando Grandolpho trabalhava como analista de sistemas; motivação do crime está sendo investigada
11/12/2018 16:12 Pesquisa revela que 43% dos idosos respondem pelo sustento da casa
De acordo com a pesquisa, no Brasil, sete em cada 10 idosos são beneficiados pela aposentadoria atualmente
11/12/2018 16:05 Estudo indica que zika pode provocar infertilidade em homens
O estudo não é conclusivo e aponta a necessidade de que novas pesquisas sejam feitas
11/12/2018 15:05 Polícia prende suspeito de arrombamento comerciais em Canindé
Homem disse à polícia que a maior parte dos roubos era negociada em droga
11/12/2018 13:35 Mesmo com denúncias, centro de João de Deus manterá atendimentos
Médium é acusado de abuso sexual por dezenas de mulheres que buscaram tratamento espiritual