São Cristóvão
Obra da ponte iniciada em março estaria paralisada, dizem moradores
Município nega e diz que serviços estão acontecendo dentro do cronograma
Cotidiano| Por Fernanda Araujo 15/04/2019 17:22 - Atualizado em 15/04/2019 18:14

Uma obra iniciada em menos de um mês e que iria trazer alívio para a comunidade de dois povoados no município de São Cristóvão, região metropolitana de Aracaju, estaria paralisada desde a última sexta-feira (12), segundo informações de moradores da localidade.

A construção da ponte que liga os povoados Camboatá e Carité foi autorizada pela Prefeitura da cidade no dia 21 de março e a obra teve início no dia 27 daquele mês. O investimento total será de R$ 264.633,20, prevista para conclusão  em seis meses. No entanto, alguns moradores relatam que o serviço foi paralisado há três dias e os trabalhadores dispensados.

São três anos em que a comunidade passa por dificuldades e corre o constante risco de ficar ilhada. A antiga ponte de madeira, construída pelos próprios moradores, era o único acesso para chegar aos povoados. A estrutura, que ficava acima do Rio Pitanga, veio abaixo em abril de 2015, quando um caminhão carregado de tijolos passava pelo local. Novamente, uma nova estrutura de madeira foi erguida como paliativo

No primeiro dia da obra em março, um reforço na ponte de madeira existente na área foi realizado para permitir o tráfego dos equipamentos que farão  toda a parte estrutural da ponte. Segundo a Prefeitura desde a semana anterior ao início da obra, os trabalhos de base, que incluem melhoria do acesso ao local da obra e limpeza da região, já tinham sido iniciados pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos. 

"O que fizeram foi reforçar a ponte de madeira, passaram a máquina em parte do trecho da estrada e aterraram a parte que dá acesso à ponte. Foi feita a marcação da ponte, instalaram um container e mais nada. Chegaram algumas caçambas com aterro e espalharam. Os aterros, ontem, não estavam mais e nem as estacas para perfurar a terra", informou o rodoviário Valtenes Porto, representante de uma das comunidades.

A assessoria de comunicação da Prefeitura  de São Cristóvão nega que as obras foram paralisadas. Em nota, disse que estão acontecendo normalmente dentro do cronograma, por meio de pequenos serviços, e o que existe é uma readequação na iluminação da área que está em análise pela Energisa. 

A assessoria esclarece que o local é estreito para os veículos passarem com os equipamentos e foi solicitado à Energisa que os postes de energia que atrapalham a passagem fossem realocados em outra área para dar espaço para o maquinário, que dará início a parte bruta do serviço. A empresa ficou de enviar um técnico para reavaliar a área e de dar um prazo para fazer a transferência dos postes.

"Somente quando a Energisa iniciar o serviço, a obra deve ser suspensa por alguns dias para novamente ser retomada", disse a assessoria.

Mais Notícias de Cotidiano
23/04/2019 20:48 Saúde destaca importância da vacina na prevenção da meningite
Este ano, Sergipe já registrou seis casos da doença e uma morte
23/04/2019 18:54 Suspeito do desaparecimento do tio é preso em Poço Verde
23/04/2019 18:34 Instalação dos semáforos inteligentes deve ser concluída em agosto
23/04/2019 18:00 Defesa Civil alerta para chuvas em 67 municípios
23/04/2019 17:33 Conselheira determina fiscalização em feiras livres de 14 municípios
Confira quais cidades do interior sergipano vão receber a inspeção do TCE