Meio Ambiente
Iguana Verde é resgatada pela Adema na zona norte de Aracaju
Animal resgatado é levado para tratamento
Cotidiano| Por Agência Sergipe 15/04/2019 06:57 - Atualizado em 15/04/2019 14:04

A equipe de resgate de fauna de animais da Administração Estadual de Meio Ambiente (Adema) resgatou nesse domingo (14) uma Iguana Verde (Iguana iguana) em uma residência no bairro Cidade Nova, nas proximidades do condomínio Alto da Bela Vista, na zona norte de Aracaju.

O presidente da Adema, Gilvan Dias, participou do resgate junto com os estudantes de medicina veterinária Marcel Felipe e Elise Ingrid. “Após análise foi constatado que o réptil está em período de mudança de pele (período de ecdise), perdeu parte da cauda que está com uma luxação, provavelmente decorrente de uma possível contenção errada dos populares. O animal foi encaminhado ao Centro de Triagem de Animais Silvestres, o CETAS, para tratamento, reabilitação e posterior soltura”, disse o diretor presidente da Adema. 

Ainda no domingo, a equipe atendeu a mais um chamado para realizar o resgate de uma cobra de espécie não identificada no Shopping Prêmio, porém ao chegar ao local a equipe foi informada que funcionários do shopping realizaram a soltura do espécime nas matas próximas ao shopping, inviabilizando o resgate.

A equipe técnica da Adema ressalta a importância das pessoas entrarem em contato com a órgão quando identificarem animais silvestres e orienta que a população não entre em contato físico ou mate qualquer animal silvestre que apareça nas redondezas das residências. Quem encontrar um animal silvestre deve procurar imediatamente o órgão estadual do meio ambiente que possui técnicos capacitados e treinados para manuseio desses animais.

Ocorrências como essas podem ser direcionadas à Adema pelo do telefone 79 3198-7190.

Tratamento

Hoje de manhã a equipe de resgate da Adema, coordenada pela veterinária Camila Dantas foram ao CETAS para realizar os procedimentos necessários para o tratamento da Iguana Verde.

“Foi feita a aceleração do processo de ecdise, além de banho de sol e indução de alimento. Após a avaliação clínica, a equipe concordou que não seria necessária nenhuma intervenção medica na luxação de vertebra caudal, pois o próprio espécime pode realizar a autotomia da cauda e a posterior renovação da mesma”, concluiu Camila Dantas que falou que o réptil foi encaminhado para soltura.

Segundo a veterinária, a Iguana Verde é um animal que em fase adulta é estritamente herbívoro. “Sua alimentação consiste em flores, frutos e folhas, porém com a urbanização, muitas espécies acabam perdendo seus territórios e fazem essa interação com as residências, principalmente as que possuem árvores frutíferas em seu jardim ou quintal. Por se tratar de um réptil, é comum encontrarmos espécimes realizando a termorregulação (quando o animal depende de luz solar para ativar o metabolismo) em cima de muros e árvores, como foi o caso deste resgate”, completou.

Mais Notícias de Cotidiano
23/07/2019 21:00 Aracaju sedia primeiro Encontro Sergipano de Engenharia de Produção
Tema do evento é “Perspectivas e contribuições da engenharia de produção para o Estado de Sergipe”
23/07/2019 19:00 Hospital de Riachuelo está há três meses sem receber verbas do Estado
Secretaria de Saúde diz que contrato foi renovado e pagamentos devem ser feitos até sexta, 26
23/07/2019 18:31 PC apreende adolescente por estupro, roubo e incêndio
Adolescente foi apreendido no mês passado e solto no dia seguinte
23/07/2019 18:27 PC prende suspeito de homicídio na zona rural de Propriá
Um dos envolvidos morreu e outro continua foragido
23/07/2019 18:12 Lavandeiras são os principais pontos de criadouros de Dengue
Saúde atua nos municípios com alto índice de infestação do aedes aegypti