Governo anuncia início da reforma da Biblioteca Pública Epifânio Dória
Obra será custeada pela Celse com estimativa de reabertura à população em até 180 dias.
Cotidiano 12/06/2018 15:45 - Atualizado em 12/06/2018 16:24

Está marcado para esta terça-feira (12) o início das obras de reforma da Biblioteca Pública Epifânio Dória (Bped), que será realizada através de parceria entre o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Cultura, e as Centrais Elétricas de Sergipe (Celse). O espaço ficará aberto ao público até a próxima segunda-feira, 18 de junho, com estimativa de reabertura à população em até 180 dias.

A obra será totalmente custeada pela Celse. Ao se instalar em Sergipe, o Governo e a Centrais Elétricas celebraram Protocolo de Intenções para promover ações de preservação do patrimônio cultural e histórico de espaços públicos que integram o meio ambiente cultural do Estado de Sergipe. O Protocolo tem duração de cinco anos.

Através desse protocolo, a empresa assegurou fazer a reforma da Biblioteca Pública Epifânio Dória, do Teatro Tobias Barreto e do Arquivo Público de Sergipe. A obra será realizada por uma empresa contratada pela Celse, com acompanhamento técnico das Secretarias de Estado da Cultura (Secult) e da Infraestrutura (Seinfra).

O secretário de Estado da Cultura, João Augusto Gama, destacou que a reforma vai transformar a biblioteca em um local mais atrativo e acolhedor. “A biblioteca é um lugar com atividades permanentes voltadas ao conhecimento. Em seus acervos temos obras de grandes escritores sergipanos. Tenho orgulho de pertencer a esse governo que está, juntamente com a Celse, reerguendo esse patrimônio cultural sergipano”, acentuou.

O presidente da Celse, Pedro Litsek, afirmou que é uma satisfação poder contribuir para a restauração de um prédio público tão importante. “Estamos duplamente satisfeitos ao dar a partida nas obras da Biblioteca. Primeiro porque estamos contribuindo de forma importante em projetos culturais e educacionais para um estado que nos recebeu de braços abertos. Segundo porque, assim como fizemos no Arquivo Público, contratamos a reforma da Biblioteca com uma empresa sergipana”, ressaltou o presidente da Celse, Pedro Litsek. 

Obra

A obra prevê a recuperação da estrutura física do imóvel, através de um projeto de modernização do auditório, substituição do sistema de refrigeração, adequações em acessibilidade, implantação de um laboratório de digitalização, troca de piso, pintura geral do imóvel e atualização das instalações elétricas e hidráulicas, entre as principais intervenções.

Serviços disponíveis

Durante o período de reforma, a Biblioteca suspenderá os seus serviços de maneira parcial. Empréstimos de livros e o atendimento às atividades de pesquisa ficarão indisponíveis. Contudo, a Bped continuará desenvolvendo, de forma itinerante, as atividades de incentivo à leitura, bem como as ações do Projeto Conecta Biblioteca, oferecendo cursos e oficinas de capacitação em diversas áreas. O Sistema Estadual de Bibliotecas também continuará o seu trabalho de apoio aos municípios, visando o fortalecimento das bibliotecas públicas municipais. “Estaremos levando ações às comunidades. Assim, a Biblioteca Pública Epifânio Dória continuará cumprindo o seu papel social como instituição pública, responsável por reduzir desigualdades sociais e fomentar a cidadania”, reforçou a diretora da Bped, Juciene Maria.

Já a Biblioteca Pública Infantil, que funciona em prédio anexo à Bped, não sofrerá alterações em suas atividades neste primeiro momento. As exposições realizadas pela Galeria de Arte J. Inácio, que também ocupa o prédio, serão transferidas para a sede da Secretaria de Estado da Cultura (Secult). “Os artistas que foram contemplados pelo edital de ocupação da galeria não serão prejudicados pela reforma. As exposições dos mesmos serão realizadas no corredor cultural Wellington dos Santos”, explica a diretora da Galeria, Jane Junqueira.

Parceria com a Celse

As reformas das três unidades faz parte da contrapartida cultural da Celse, pela construção da usina termelétrica do Complexo de Geração de Energia Governador Marcelo Déda, que e será a maior do gênero na América Latina. O projeto irá receber um total de investimento de cerca de R$ 5 bilhões, o maior investimento feito pela iniciativa privada no Estado.

A Usina está prevista para entrar em plena operação em janeiro de 2020, e terá a capacidade de gerar 1,5 mil megawatts (MGW) de energia elétrica. Para dimensionar o empreendimento deve-se assinalar que a UTE Porto de Sergipe poderá sozinha atender a 15% da demanda de toda a região Nordeste. Quando consolidado, é um projeto que equivale a Usina de Xingó.

Sobre a BPED

Criada pela Lei 233, de 16 de junho de 1848, a Biblioteca Pública ocupou inicialmente uma sala do Convento São Francisco, na então Capital da Província, a cidade de São Cristóvão. Com a mudança da Capital, foi transferida para Aracaju ocupando o atual prédio da Câmara Municipal, na Praça Olímpio Campos. Em 1970 recebeu o nome de Epifânio Dória, intelectual que dirigiu a Biblioteca durante 29 anos. Quatro anos depois, mudou-se para o edifício na Rua Dr. Leonardo Leite, construído na gestão do governador João Andrade Garcez, aonde funciona até os dias atuais.

Fonte: Agência Sergipe

Mais Notícias de Cotidiano
14/08/2018 11:00 Em greve, médicos municipais se concentram e protestam contra Edvaldo
O ato ocorreu em frente à sede administrativa da Prefeitura de Aracaju
14/08/2018 09:46 Inscrições do concurso para delegado são prorrogadas
14/08/2018 09:20 Polícia Civil investiga execução de irmãos no município de Porto da Folha (SE)
O crime foi registrado pelo IML na noite desta segunda-feira (13)
14/08/2018 08:45 Intoxicação em Tomar do Geru pode estar ligada à aplicação de agrotóxicos
A Vigilância Sanitária Estadual investiga a multiplicação dos casos
14/08/2018 07:19 Polícia combate tráfico e homicídios em Riachão do Dantas
Quatro pessoas foram presas durante a ação policial do DHPP