Justiça
Desembargador autoriza continuidade do concurso da PM/SE
Magistrado diz que não há provas suficientes para descaracterizar a legitimidade da concorrência pública
Cotidiano| Por Aline Aragão 10/08/2018 16:44 - Atualizado em 11/08/2018 09:10

O desembargador Roberto Eugênio da Fonseca Porto suspendeu, na tarde desta sexta-feira (10), a liminar expedida pelo juiz da 1ª vara de São Cristóvão, Manoel Costa Neto, que determinava a suspensão do concurso para soldado da Polícia Militar de Sergipe, e determinou que o Estado prossiga com a realização das demais fases previstas no edital.

De acordo com a decisão, não foram identificados, no momento, elementos suficientes para descaracterizar a legitimidade da concorrência pública. "Não estou aqui negando a existência da tentativa de fraude perpetrada por alguns candidatos. Mas sim, reconhecendo que não passaram de meras tentativas que de prontidão foram coibidas pela instituição responsável pelo concurso com o auxílio da Polícia Militar deste Estado”, afirmou o magistrado.

Entenda

As provas objetivas do concurso da Polícia Militar de Sergipe foram realizadas pelo Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFG), no dia 1º de julho, com a participação de mais de 69 mil candidatos de todo país.

No dia 02 de agosto, o juiz da 1ª vara de São Cristóvão, Manoel Costa Neto, concedeu uma liminar suspendendo o concurso público. A decisão atendeu ao pedido de dois candidatos que se sentiram prejudicados pela suspeita de fraude.

A fraude foi descoberta pela Polícia Civil durante a realização da prova. Dois irmãos foram presos em flagrante dentro da sala de aula, tentando fraudar o concurso.

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), os irmãos Hygor Ayslan Oliveira Lima, 28, e Aylton Hytalo Oliveira de Lima, 26, naturais de Pernambuco, já vinham sendo monitorados e, por isso, não conseguiram ter êxito na fraude.

Na última quinta-feira (09), o Estado publicou no Diário Oficial a suspensão do Teste de Aptidão Física (TAF) que seria realizado entre os dias 13 e 15 de agosto, conforme cronograma previsto no edital e informou que iria recorrer da decisão.

No mesmo dia, o secretário de Planejamento Orçamento e Gestão, Rosman Pereira, revelou que outros 23 candidatos foram eliminados por suspeita de tentativa de fraude, comprovando a eficácia dos mecanismos de segurança adotados pela instituição responsável pelo certame.

Mais Notícias de Cotidiano
17/10/2018 10:36 Condutor é flagrado dirigindo em alta velocidade na BR 235
Homem foi detido por policiais rodoviários federais em Itabaiana (SE)
17/10/2018 09:55 Estão abertas as inscrições para o Projeto “Vôlei de Praia”, em Socorro (SE)
Atividades acontecem no Sesi do conjunto Marcos Freire I, três dias por semana
17/10/2018 08:03 Quarta-feira começa com pancadas de chuva em bairros de Aracaju
Previsão do tempo indica crescimento das nuvens de tempestades pela manhã
17/10/2018 07:50 Acusado por tráfico de drogas é preso na cidade de Itabaiana
16/10/2018 17:32 Delegacia de crimes cibernéticos investiga falsos sequestros de crianças
Responsáveis pelo compartilhamento das “fakenews” serão responsabilizados