Demora
Demolida em 2015, UBS Elizabeth Pita reduz assistência a usuários do SUS
Prefeitura de Aracaju reconhece o ‘congestionamento’ de pacientes
Cotidiano| Por Milton Alves Júnior 10/08/2018 10:30 - Atualizado em 11/08/2018 10:22

Há mais de três anos centenas de aracajuanos residentes nos conjuntos Valadares, Padre Pedro, Ponta da Asa, Residencial São Lucas e bairro 17 de Março, na zona Sul da capital, seguem sofrendo com insuficiência assistencial por parte da Secretaria Municipal de Saúde. O problema começou em 2015, quando a Prefeitura de Aracaju demoliu a unidade Elizabeth Pita com a promessa de erguer uma nova estrutura.

O problema é que, desde então, a administração perdeu prazos, a verba federal retornou para a União e a população é obrigada diariamente a multiplicar os esforços caso deseje conquistar uma senha na unidade Osvaldo Leite, responsável por atender toda a demanda da região.

De acordo com representante comunitário José Cícero, ao longo dos últimos anos a comunidade tem pressionado o poder executivo municipal, dialogado com o Ministério Público e com a Câmara Municipal de Aracaju, mas nenhuma medida  foi tomada até hoje (10).

“As pessoas são obrigadas a ir para a Osvaldo Leite antes das seis da manhã. Depois desse horário, esqueça, não tem mais senha. Nos reunimos com secretários, discursei no plenário da Câmara, mas até agora nada de positivo foi aplicado. Demoliram a unidade e até agora não ergueram nenhuma”, disse.

Compartilhando em parte com as denúncias, a SMS lamenta que a prefeitura – durante a gestão de João Alves Filho - tenha permitido o 'ressarcimento' das verbas. “Os esforços são muitos para que possamos reconquistar esse dinheiro e atender à demanda da população. Sabemos das dificuldades, mas a prefeitura tem trabalhado para resolver o problema”, afirmou o assessor de comunicação da pasta, Victor Vieira.

No que se refere à reconstrução da UBS Elizabeth Pita, a Secretaria de Saúde diz que até o final deste ano a unidade estará funcionando em novo prédio. “Por enquanto ela funciona no turno da tarde na Osvaldo Leite. Para resolver essa situação a prefeitura garante que até dezembro outro local estará apto para qualificar o SUS da região”, disse Vieira.

Mais Notícias de Cotidiano
18/02/2019 20:03 Hemose inicia campanha de Carnaval para aumentar doações de sangue
Ação busca despertar o sentimento de solidariedade até 1º de março
18/02/2019 19:15 Porto de Sergipe registra aumento de 33% no volume de navios
Terminal tem capacidade para atender diversos setores
18/02/2019 17:06 Polícia inicia investigação sobre acidente com ônibus de turismo em Lagarto
O veículo saiu da Bahia para Sergipe. Uma pessoa morreu e várias ficaram feridas
18/02/2019 15:25 Moradores fazem mutirão para tapar buracos em rua de Aracaju
Eles dizem que cansaram de esperar pelo poder público e de conviver com a buraqueira
18/02/2019 15:02 Novo Internamento Pediátrico da Oncologia do Huse homenageia Tia Ruth
Com as novas instalações, a capacidade para atendimento de paciente adulto dobra