Violência
Advogado é assassinado durante tentativa de assalto em Aquidabã (SE)
Jarbas Feitoza de Carvalho Filho exercia o cargo de procurador do município
Cotidiano| Por Aline Aragão 11/03/2019 14:04 - Atualizado em 11/03/2019 17:28

O advogado Jarbas Feitoza de Carvalho Filho foi assassinado no começo da tarde desta segunda-feira (11) no município de Aquidabã (SE), durante uma tentativa de assalto. Jarbas exercia o cargo de procurador do município e era representante da Ordem dos Advogados Seccional Sergipe (OAB/SE) na região.

De acordo com o delegado regional, Marcos Garcia, responsável pela investigação, o crime aconteceu em uma propriedade rural no povoado Campo Grande. Jarbas estava no local para pegar a documentação de um animal que havia adquirido por meio de troca, quando um homem chegou em uma moto Honda CB 300 de cor preta e anunciou o assalto. “Depois de recolher um envelope pardo que o advogado carregava (possivelmente com dinheiro) e o telefone celular, sem que houvesse nenhuma reação, o autor do crime efetuou dois disparos certeiros contra ele”, relatou.

O delegado confirma que o advogado estava acompanhado de outra pessoa, que testemunhou o crime. “O proprietário da fazenda passou na casa dele de moto e os dois foram até a propriedade para pegar os documentos. Conversei com ele e ele contou como tudo aconteceu. Agora, vamos para a delegacia dar início aos depoimentos”, informou o delegado.

Garcia diz ainda que investiga o crime de latrocínio, mas não descarta a hipótese de crime de mando, já que a vítima tinha o hábito de emprestar dinheiro para receber com juros. “É provável que ele estivesse sendo observado e o crime tenha sido premeditado. Hoje é dia de feira livre na cidade e era comum ele carregar dinheiro para as transações que fazia”, acrescentou Marcos Garcia.

O delegado informou ainda que vai solicitar as imagens de câmeras de fazendas da região para tentar identificar o criminoso.

Policiais fazem rondas na região para localizar o autor do crime. Qualquer informação pode ser passada para a polícia através do número 181 de forma anônima.

Jarbinha, como era chamado, tem laços familiares com o prefeito de Aquidabã, Mário Lucena. Ele é filho do médico Jarbas Feitoza Carvalho e sobrinho de Dr. João Feitoza sogro do prefeito e um dos donos do Hospital e Maternidade Santa Cecília, para onde o corpo da vítima foi levado.

OAB

O presidente da seccional sergipana da OAB, Inácio Krauss, se manifestou por meio da seguinte nota:

Jarbas Feitoza de Carvalho Filho era um jovem advogado, muito querido pelos seus pares. Com carreira promissora, o causídico já se dedicava aos assuntos institucionais, exercendo o cargo de representante local da OAB/SE no município de Aquidabã/SE.

Diante do lamentável acontecimento, a OAB/SE encaminha as condolências institucionais ao tempo em que se solidariza com a família enlutada e com os amigos do falecido nesse momento de dor e saudade.

De logo, a OAB/SE anuncia que acompanhará de perto as investigações para rigorosa apuração da morte violenta do jovem advogado, exigindo das autoridades competentes a tomada das providências cabíveis para elucidação do fato e punição exemplar dos culpados, nos termos da lei vigente.

Por oportuno, a Diretoria da OAB/SE comunica o cancelamento da realização da solenidade de posse da Comissão Regional de Propriá designada para amanhã 12/03/2019, às 19:00h. Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento.

Mais Notícias de Cotidiano
24/03/2019 09:31 Suspeito de estupro morre em confronto com a polícia em Glória
Homem tinha passagem por homicídio e já teria tentado estuprar a vítima
23/03/2019 23:02 Corrida Cidade de Aracaju bate recorde com 4 mil corredores
Participantes fizeram os tradicionais trajetos de 5, 10 e 24 km
23/03/2019 18:30 Renato Russo recebe homenagem em selo dos Correios
Lançamento será no dia 27, quando cantor faria 59 anos
23/03/2019 14:12 Bordadeiras de Tobias Barreto expõem em stand da Seagri
Projeto começou a ser elaborado entre associação e equipe de Dom Távora
23/03/2019 12:06 PC prende acusado de homicídio e segundo envolvido continua foragido
Eles teriam assassinado adolescente de 16 anos com requintes de crueldade