CNI: Previdência abre espaço para agenda de produtividade
Para indústria, aprovação permite retomada dos investimentos
Brasil e Mundo| Por Agência Brasil 11/07/2019 07:59

A aprovação do texto principal da reforma da Previdência abre espaço para uma nova agenda para elevar a produtividade do país. A avaliação é da Confederação Nacional da Indústria (CNI), que informou que a reforma favorecerá a recuperação da produção e dos investimentos, ao reequilibrar as contas públicas no médio prazo.

“As mudanças são capazes de equacionar o déficit da Previdência no médio prazo, trazendo mais previsibilidade para as contas públicas. Isso garantirá o pagamento das merecidas aposentadorias aos brasileiros, favorecerá os investimentos e o crescimento da economia”, afirmou em comunicado o presidente da CNI, Robson Andrade.

Entre os temas que poderão ser debatidos após a reforma da Previdência, a CNI destaca a simplificação e as mudanças no sistema tributário, as privatizações, a desburocratização, o licenciamento ambiental e as medidas microeconômicas capazes de facilitar a vida dos empreendedores, aumentar a segurança jurídica e modernizar o país.

Para a CNI, a reforma reduz privilégios e aumenta a equidade social. Segundo a entidade, as mudanças adaptam as regras de aposentadoria ao envelhecimento da população e ao aumento da expectativa de vida nos últimos 50 anos. A reforma, ressaltou a entidade, estimulará o investimento privado e a criação de empregos, fazendo a economia voltar a crescer de forma sustentada.

Mais Notícias de Brasil e Mundo
12/11/2019 11:18 Seguro Dpvat será extinto a partir de janeiro de 2020 no país
Medida tem por objetivo evitar fraudes e amenizar os custos, diz Governo Federal
12/11/2019 11:06 Mais de 95% das crianças brasileiras frequentam escola, diz pesquisa
Estudo mostra os impactos da Convenção sobre os Direitos da Criança
11/11/2019 16:34 STF mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre
Mulheres grávidas devem ser afastadas de imediato de toda atividade insalubre
11/11/2019 12:48 Pescado de áreas atingidas por óleo está próprio para consumo, diz ministério
Amostras foram coletadas na Bahia, Ceará, Pernambuco e Rio Grande do Norte, segundo MAPA
11/11/2019 07:02 MPF quer a regularização de dez territórios quilombolas em Sergipe
Recomendações ao Incra cobram conclusão de processos de titulação das terras