O PT não tem dúvida sobre a escolha de Edvaldo
Blogs e Colunas | Joedson Telles 07/05/2019 09:48 - Atualizado em 07/05/2019 10:24

Releio a entrevista de Silvio Santos e penso com os botões: o PT estando certo ou não na sua argumentação para ter candidato próprio a prefeito de Aracaju, em 2020, a motivação, digo, a preocupação soa outra bem diferente do discurso ventilado aos quatro cantos. Evidente que uma traição de Edvaldo ao projeto iniciado pelo saudoso Marcelo Déda já banharia os petistas de razão. Déda nunca abriu mão do social em primeiro lugar.

Todavia, poucas eleições para o Governo do Estado passaram tanto pelo pleito de prefeito da capital como a de 2022 passará, irreversivelmente, por 2020. Atento a isso, e sem abrir nem para um trem do objetivo de suceder Belivaldo Chagas, o PT joga com as armas em mãos. Certíssimo. É política. Não filme romântico. "Um clube de amigos", nas palavras de Silvio Santos ecoadas pelo senador Rogério Carvalho.

Por sua vez, Edvaldo, sentado na cadeira de prefeito, precisaria ser internado com urgência, se abrisse de um projeto de reeleição para não contrariar os petistas. Certíssimo também pelo mesmo motivo: é política...

Aí o internauta indaga: “mas, se o foco principal do PT é a eleição de 2022 para o Governo do Estado, o que justifica antecipar arrumações já em 2019?”

Respondo: evidente que só os petistas podem precisar 100%. É claro que qualquer partido quer governar uma capital. Entretanto, a leitura mais óbvia atende pelo nome de Fábio Mitidieri. Sobrenome? Sua intenção de também disputar o Governo do Estado, em 2022. O PT, digamos, trabalha para enfraquecer a ideia que pode também se tornar irreversível (já é?).

Vamos refletir: Fábio é jovem, arrojado, articulador, tem bala na agulha e foi imprescindível, em 2018, para a reeleição de Belivaldo Chagas, inclusive o abrigando no PSD. Pode muito bem receber o apoio do governador para sucedê-lo. Tem liderança sobre o presidente da Câmara de Aracaju e força e voz na Assembleia Legislativa. Precisa lembrar sua proximidade ao prefeito Edvaldo Nogueira, que, inclusive, está com um pé no PSD?

Aí eu pergunto ao internauta: em Edvaldo sendo reeleito seria mais um entusiasta no suposto mega-palanque de Fábio Mitidieri ou abraçaria uma candidatura do PT, sendo Rogério Carvalho ou Eliane Aquino a bola da vez? O PT não tem dúvida sobre a escolha de Edvaldo.

Notícias em Sergipe
Mais Notícias de Joedson Telles
20/05/2019 07:17 "O PT se acostumou a viver pendurado em cargos", afirma Laércio Oliveira
17/05/2019 09:30 O PT está fragmentado, sem coerência
12/05/2019 09:25 Armando critica projeto de Moro e explica porque é contra a CPI Lava Toga
05/05/2019 07:16 PT terá candidato, cogita aliança com PSB e quer distância de Edvaldo
15/04/2019 06:41 Reforma da Previdência tira R$ 1 trilhão do trabalhador e dá aos bancos  
Blogs e Colunas
Joedson Telles
Joedson Telles é um jornalista sergipano formado pela Universidade Federal de Sergipe e especializado em política. Exerceu a função de repórter nos jornais Cinform, Correio de Sergipe e Jornal da Cidade. Fundou e edita, há nove anos, o site Universo
Político e é colunista político do site F5 News.

E-mail: joedsontelles@gmail.com


O conteúdo e opiniões expressas neste espaço são de responsabilidade exclusiva do seu autor e não representam a opinião deste site.