O que é OKR, terceira parte (III)
Blogs e Colunas | Diego da Costa 12/04/2018 15:07

Artigo interessante do Felipe Castro (felipecastro.com), sobre OKR (Objectives and Key Results) que é um sistema de definição de metas. A seguir, a terceira parte em que aborda o seguinte: “Quais são os diferenciais de OKR? Não existe apenas uma maneira de usar o OKR, cada empresa ou time pode adaptá-lo e ajustá-lo, criando diferentes versões. Mas existem alguns conceitos centrais: METAS ÁGEIS - Em vez de usar um planejamento anual estático, o OKR usa uma abordagem ágil. Usando ciclos de metas curtos, as empresas podem se adaptar e responder às mudanças. Hoje em dia, a maioria das empresas utiliza ciclos trimestrais de OKR. SIMPLICIDADE- A abordagem OKR é simples, e os próprios OKRs são fáceis de entender. O modelo original da Intel definia objetivos mensalmente, o que exigiu um processo leve. As empresas que adotam o OKR reduzem o tempo gasto em definir metas de meses para dias. Como resultado, elas investem seus recursos no atingimento dos seus objetivos e não na sua definição. TRANSPARÊNCIA - O propósito principal do OKR é criar alinhamento na organização. Para isso, os OKRs são públicos para todos os níveis da empresa – todos têm acesso aos OKRs de todo mundo. Os OKRs do CEO normalmente estão disponíveis na intranet. CADÊNCIAS ANINHADAS - O OKR entende que a estratégia e a tática têm tempos naturalmente diferentes, já que a última tende a mudar muito mais rapidamente. Para resolver isso, o OKR adota ritmos diferentes: (1) Uma cadência estratégica com OKRs de longo prazo e alto nível para a empresa (normalmente anual); (2) Uma cadência tática com OKRs de curto prazo para os times (normalmente trimestral); (3) Uma cadência operacional para acompanhar resultados e iniciativas (normalmente semanal). DEFINIÇÃO BIDIRECIONAL DE METAS - Em vez de usar modelo tradicional de cascateamento de metas, que toma muito tempo e não agrega valor, o OKR usa uma abordagem que é simultaneamente de bottom-up e top-down. A partir dos OKRs estratégicos da empresa, os times podem entender como podem contribuir para a estratégia. Neste processo, cerca de 60% dos OKRs táticos são definidos pelos times, alinhado com os objetivos da empresa e então contratados com os gerentes em uma abordagem “bubble-up”. Esse modelo cria engajamento e um melhor entendimento da estratégia enquanto tornam o processo mais simples e mais rápido.”

 

Código de Ética I

 

O plenário do Conselho Federal de Administração (CFA) aprovou, na última reunião plenária da autarquia, o novo Código de Ética dos Profissionais de Administração. A norma, instituída pela Resolução Normativa CFA nº 537, traz uma série de novidades que visam atualizar os deveres de conduta dos profissionais de Administração. O trabalho de atualização começou em 2017. A equipe responsável por essa missão analisou minuciosamente o Código anterior, datado de 2010. Para atender as exigências da atualidade, cerca de 90% do Código foi alterado. Uma das principais alterações diz respeito as infrações.

 

Código de Ética II

 

Os prazos processuais também sofreram mudanças significativas. Com as novas regras, a intenção é dar maior agilidade aos processos. Além disso, o novo Código cria as Comissões Permanente de Ética e Disciplina no CFA e nos Conselhos Regionais de Administração (CRAs) para julgar os processos éticos. Ainda com relação aos processos, os presidentes e os conselheiros federais que sofrerem processo ético passam a contar com a segunda instância. As comissões serão formadas por três administradores, sendo que um deles precisa ser conselheiro efetivo. Além disso, é preciso ter três administradores suplentes que terão a missão de suprir eventuais impedimentos dos demais membros da comissão. Além do novo Código de Ética dos Profissionais de Administração, o plenário do CFA aprovou a Resolução Normativa CFA nº 538, que institui o Regulamento do Processo Ético Disciplinar dos Profissionais de Administração. As duas Resoluções foram publicadas no dia 22 de março de 2018 e passam a vigorar 45 dias após esta data. Fonte: Assessoria de Comunicação CFA

 

PENSAMENTOS: “Faça sua parte, tudo acontece no seu tempo. Talvez o seu tempo não chegou ainda! E não se esqueça, Quando você muda, as pessoas mudam ao seu redor!” Paulo Vieira

 

Notícias em Sergipe
Mais Notícias de Diego da Costa
03/09/2018 11:58 Como está a sua resiliência?
20/08/2018 16:53 CHAPA 1 é homologada
23/07/2018 10:55 Empresas familiares e processo decisório
07/07/2018 11:21 Pacto pela Inovação I
25/06/2018 21:16 Liderança no Futebol
Blogs e Colunas
Diego da Costa
Diego da Costa é Administrador, CRA-SE 203501, Especialista em Marketing, Líder Coach Psicopositivo, Coach ISOR, Conselheiro Federal de Administração representando Sergipe, Associado fundador do Rotary Club de Aracaju Nova Geração, fundador do Conselho de Jovens Empreendedores de Sergipe, Consultor e Mentor.

E-mail: diego.costa@crase.org.br


O conteúdo e opiniões expressas neste espaço são de responsabilidade exclusiva do seu autor e não representam a opinião deste site.